quarta-feira, 22 de abril de 2015

E no meio do caminho tinha uma lesão!

O ano de 2014 foi maravilho para mim, voltei aos treinos em dezembro de 2013 após uma lesão/pré fratura por stress na tíbia. Iniciei 2014 treinando, participando de provas, aumentando distâncias aos poucos, fazendo musculação, tudo com orientação profissional.
Minha meta era voltar a correr meia maratona 21km, consegui participar de 3 provas de meia maratona, fechei o ano super bem e muito feliz.
Em janeiro deste ano, participei da TTT - Travessia Torres Tramandaí, foram 80km de corrida pelas praias do Rio Grande do Sul, largada em Torres e chegada em Tramandaí. Fiz a prova  em quarteto feminino: eu, Eliete, Michele e Verinha, parceiras incríveis, foram fantásticas em todo trajeto.
 Foto: chegada do meu trecho na TTT

A TTT acontece em janeiro e a inscrição/organização é sempre feita 6 meses antes da prova.
Treinamos, nos organizamos, fazemos toda logística com muita antecedência para tudo dar certo. Mas...uma semana antes da prova senti um certo "desconforto" na panturrilha esquerda, nada que me impedisse de correr (na minha concepção de corredora e com o compromisso com minhas amigas). Como a prova já estava em cima, corri, fiz meus trechos quase 19km. Depois da TTT não corri mais, veio a dor forte pra valer, procurei meu médio e amigo Dr Nilvio Severo que também é corredor, fiz uma cintilografia óssea e estava lá o terror de todo corredor: lesão na tíbia novamente.
Eu e Dr Nilvio Severo na TTT - Travessia Torres Tramandaí

A recomendação médica era parar de correr e nada de musculação inferiores. Foram LONGOS dois meses e meio de muito cuidado, paciência, paciência e muita paciência....até que finalmente na segunda-feira 20/04 dia do meu aniversário tive a liberação médica para voltar a correr!!!! Meu grande presente de aniversário! 
Obrigada Dr Nilvio por todo cuidado, paciência e amizade, foram fundamentais para minha recuperação.
Claro, tudo muito devagar, com calma e a tal da paciência continua, é um período de readaptação e muito cuidado para não voltar a sentir dor.
Nestes dois meses e meio sem a corrida eu fazia bike e musculação superiores, não fiquei parada. Cuidei muito da alimentação e não engordei neste período.
Foto acima eu e meu treinador Prof. Chico que me ensina diariamente a ter muita paciência na corrida, disciplina e que sempre podemos alcançar nossos objetivos. Ele é um grande exemplo de corredor, é ultramaratonista, adora longas distâncias: 70km, 80km. Prof. obrigada pelo apoio sempre que preciso está disposto a me ouvir.
Muitas vezes nossos planos são interrompidos por algum motivo, o que importa é sempre tentarmos novamente e jamais desistirmos de nossas metas. Tudo depende de como encaramos os problemas, dificuldades no caminho todos temos, mas devemos sempre enfrentá-los e seguir em frente.
Eu tô de voltaaaaaa, boraaa treinar!!!!!!!
 

4 comentários:

  1. Sei muito bem como e isso. Tenos q ter paciencia muita.

    ResponderExcluir
  2. Depois de tanto tempo, sobra um tempinho pra visitar os amigos e, também, postar. Nem sempre é cem por cento como a gente planeja ... Simbora correr, amiga !

    ResponderExcluir
  3. Que bom que agora esteja tudo bem com você!
    Devagar e sempre. O importante é não parar e desanimar!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Q bom Rô!
    Parabéns pela determinação.

    Bjss

    ResponderExcluir