sexta-feira, 15 de junho de 2012

Quer emagrecer? Pensar magro é fundamental!

Foto: Antes com mais de 90kg e Foto atual correndo(Feliz da Vida) na Maratona de Porto Alegre em 03/06

Quero agradecer  por terem respondido minha pergunta no post anterior, vou destinar algumas dicas(diariamente) de acordo com as respostas de cada uma. Obrigada :)

Quando você adota um novo jeito de pensar, modifica também a sua atitude diante de determinada situação. Para perder peso ou se manter magra, não é só o prato que precisa ser transformado. Os pensamentos também devem estar a seu favor. Aqui, você encontra 24 maneiras para mudar o seu ponto de vista e emagrecer de uma vez por todas. 

1. Ficar magra só depende de mim. Chega de culpar a genética! Você pode ter sido gordinha na infância ou adolescência e até apresentar uma facilidade para acumular peso. Porém, ser magra ou gorda é uma questão de escolha e não um presente ou um castigo divino. Quando você assume a responsabilidade no processo de emagrecimento, ganha o controle da situação e se sente mais capaz de modificar seus hábitos e seu corpo. 

2. Se escorregar, retomo de onde parei! Quem nunca exagerou na sobremesa, comeu mais na festa ou foi além do que queria no jantar? A diferença está em como você encara essa situação. "Se entrar no ‘perdido por um, perdido por mil’, estraga o seu plano de emagrecimento. Comeu demais? Retome o seu planejamento no dia seguinte", orienta o psicólogo Marco Antonio De Tommaso, consultor de BOA FORMA. 

3. Preciso comer para continuar magra. Se ao ganhar uns quilinhos você começar a pular refeições para emagrecer, o corpo vai reclamar e protestar, acumulando ainda mais gordura. Ao comer menos do que deveria, seu metabolismo desacelera e aí fica bem difícil perder o excesso. Portanto, se alimente a cada três horas. 

4. Tudo o que gosto de comer me faz bem. Dividir os alimentos em proibidos e permitidos deixa a vida chata e você acaba acreditando que as coisas gostosas devem ficar longe. Isso não é verdade! "O importante é ajustar a quantidade e a frequência com que você come o que adora. Um chocolatinho cabe em todo programa de reeducação alimentar, só não dá para devorar uma caixa inteira de bombons", diz Fernanda Fernandes, gerente nacional do programa de emagrecimento Vigilantes do Peso. 

5. O melhor horário para malhar é o que consigo ir. Você acha que não tem pique para ir à academia pela manhã, mas essa é a única brecha que a sua agenda permite? Então, insista! A chance de se adaptar e passar a render mais do que imaginava é altíssima. E, assim, você também se despede do sedentarismo. 

6. Irresistíveis são as minhas curvas, não as frituras da happy hour! Ninguém fica e permanece em forma por acaso. As escolhas do cardápio são feitas diariamente. Se você "pensa magro", em vez de sofrer pelas coisas que não pode comer, se sente vitoriosa por se manter firme no seu plano. 

7. Venço metas, não bato recordes mundiais. Ao traçar os objetivos para o seu emagrecimento, pense em prazos possíveis. Assim, pode comemorar os resultados. Se estabelecer metas inatingíveis, vai jogar contra si mesma. "E aí, quando nota que não consegue cumprir, desiste", adverte Tommaso. 

8. Não vivo de dieta, faço escolhas inteligentes. Quando você se liberta da sensação de estar presa em uma dieta, percebe a importância das suas atitudes e da forma como monta o cardápio. Assim, sai do papel de vítima e se torna a personagem principal do emagrecimento. 

9. Um bombom é só um bombom. A guloseima não é o fim da sua dieta. Sendo assim, nada de ficar com medo de se deliciar com uma coisa de que você gosta. Não é porque comeu o primeiro que vai pegar o segundo, o terceiro, o quarto. Equilíbrio e controle são fundamentais.

10. Vou conseguir parar de pensar em comida. A melhor alternativa é mudar o foco da atenção. Para isso dar certo, tenha algumas alternativas na manga. "Descubra o que funciona melhor para você. Pode ser uma caminhada, uma partida de baralho ou uma ligação para uma amiga. O importante é investir em outra atividade para esquecer a comida", afirma a empresária Lucilia Diniz, consultora de BOA FORMA. 

11. Planejo o meu cardápio. Perceber a importância das suas escolhas e ganhar o controle do emagrecimento evita imprevistos. Programe suas refeições! Se não tiver na dispensa e na geladeira as melhores opções, vai acabar comendo qualquer coisa - e se arrependerá depois. 

12. Só desisto depois de tentar. Isso vale para tudo na vida e também para o controle de peso. Se não estiver muito animada em emagrecer, é capaz de desistir antes mesmo de tentar. Portanto, em vez de lamentar, parta para a ação! Só critique um método se experimentá-lo e realmente não der certo. 

13. O meu esforço vale um biquíni. Ou uma minissaia, a segurança de tirar a roupa na frente do namorado, o prazer de entrar naquela calça jeans... Cada uma tem a sua listinha do que deseja e sabe por que está comendo de um jeito mais equilibrado. Faça a sua e lance mão dela sempre que o desânimo bater à porta. 

14. Questiono todos os pensamentos desanimadores. Essa atitude protege você da autossabotagem. Sabe quando aparece aquela voz interna dizendo que o seu esforço não está adiantando nada? Você fica pensando se a academia está mesmo ajudando a modelar as curvas, se vale a pena ficar sem tomar aquele sorvete... Não desista! Reveja esses conceitos até exterminá-los. Liste seus progressos e prove para você mesma que está tendo avanços. 

15. Começo a me servir no quilo pelas saladas. No almoço, sempre inicie o prato pela salada, independentemente da ordem proposta pelo restaurante que frequenta. Em seguida, escolha uma proteína (filé de frango, peixe ou carne) e só depois complete com a porção de carboidrato. Isso vai ajudá-la a só pegar o que realmente deve comer. 

16. Eu mereço sempre o melhor. Pensando assim, não só vai atrás da sua melhor forma como fica mais exigente, evitando exageros. "Então, prefere tomar apenas uma taça de vinho, e não duas garrafas, para aproveitar a bebida", fala Fernanda Fernandes, dos Vigilantes do Peso. O mesmo vale para o chocolate. "Dá até para pagar mais caro por um importado, já que vai comer somente um pedacinho", completa. 

17. Se a fome aparece antes da hora, bebo água. Muitas vezes, a sensação de sede se confunde com a de fome, principalmente se você está comendo um pouco menos do que gostaria. Quando isso acontecer, antes de fazer uma refeição ou partir para um lanchinho, tome um copo de água. De repente, você pode descobrir que era só sede mesmo. 

18. Tenho orgulho das minhas atitudes! Para continuar com o plano de emagrecimento ou com a manutenção do peso é preciso ser forte e se orgulhar disso! Nada de sentir pena de si mesma porque não está com um balde de pipoca durante a sessão de cinema. Coloque na cabeça que o seu objetivo é ser magra - e que você é fiel a ele. 

19. Sei quando estou com fome ou apenas com vontade de comer. Conseguir diferenciar a fome do desejo de mastigar uma coisinha gostosa evita com que você caia na cilada de comer fora de hora. Ao sentir o estômago roncando, pergunte a si mesma se está realmente precisando de um alimento. Caso a resposta seja positiva, faça dez respirações profundas. É um truque para chegar à geladeira ou à lanchonete com menos ansiedade. 

20. Fome não é catástrofe! "Muitas mulheres, quando estão tentando emagrecer ou mudar os hábitos alimentares, ficam assustadas ao sentir fome", diz Tommaso. Segundo o especialista, isso acontece porque o fato de querer comer dá uma sensação de que vai perder o controle da situação e do cardápio. "Calma, você não é a única a sentir fome. Todo mundo sente. Apenas procure fazer boas escolhas", acrescenta. 

21. Não me coloco em tentação. Para não jogar contra si mesma, elimine todas as guloseimas do seu campo de visão. Além disso, evite encontrar amigas em docerias e sorveterias. Assim, fica mais fácil controlar aquela vontade louca de comer doce que de vez em quando aparece na vida da gente. 

22. Emagrecer é consequência. É importante ter consciência de que adotar uma alimentação balanceada e começar uma atividade física são atitudes que fazem bem para a vida - e o emagrecimento é apenas uma das consequências. Perder peso é o resultado das suas atitudes e não uma coisa que acontece do dia para noite. 

23. Não escondo nada de mim, sei tudo o que como. Para controlar o peso, é importante ter ideia do que coloca na boca, até para saber o que está causando o excesso. Anote por uma semana tudo (tudo mesmo!) o que anda comendo. E não esqueça aquele pãozinho do couvert, o chocolatinho que veio com o café, as quatro balinhas de morango que chupou enquanto estava no carro... 

24. Busco o prazer na vida e não na comida. Claro que é uma delícia comer, mas isso não deve ser a única fonte de felicidade na vida. Diversifique seus interesses e descubra o que gosta de fazer. Invista em um hobby, vá ao cinema... Encontre o prazer fora da mesa.

Fonte: Revista Boa Forma

Foto: Hoje foi dia de fazer musculação, amanhã treino é de corrida na rua.  E você já treinou ou vai treinar?
O que está fazendo para alcançar seu objetivo?

19 comentários:

  1. Ameeeeeeeeeei o post rsrs. Linda como sempree. Beijos amadaa

    ResponderExcluir
  2. Eu já fiz minha meditação, estou focando um pouco no meu interior. Tb assisti o programa bem estar e estava passando 15 minutos de atividade física...fiz junto e tb comecei pular corda...vim conhecer teu cantinho e to te seguindo.bjão

    ResponderExcluir
  3. Adorei este espaço! Sucesso sempre! Beijocas.

    ResponderExcluir
  4. Achei o post fantástico! Acho que mudar nossa maneira de encarar a vida e a reeducação alimentar é o primeiro passo. Antes mesmo da mudança na alimentação. É o nosso pilar!

    Beijoca!

    ResponderExcluir
  5. Adoreeeeei seu blog. tenho 19 anos e em dezembro chegei aos 83 kg agora já estou com 73 e mtuuuuu feliz. ainda no meu objetivo é claro. Parabéns pelos blog.
    Beeeeeijos

    ResponderExcluir
  6. No segundo item, está assim: "Comeu demais? Retome o seu planejamento no dia seguinte". Eu iria além... Comeu demais? Retome o seu planejamento na próxima refeição, não deixe para o dia seguinte.
    Essa métrica para mim é difícil de seguir muitas vezes. A cabeça gordinha age como se tudo tivesse perdido aquele dia e sabota o corpo mesmo, ingerindo muito mais calorias do que se fosse "somente" aquele escorregão. Isso quando não bagunça a semana inteira por conta de um pé na jaca durante a semana. Credo! Deus me livre disso! Já passei por tal situação algumas vezes. Parece que, quando a dieta não começa bem na início da semana, vai dar errado pro resto da semana e só dá para voltar a acertar na próxima segunda... rsrs... Temos que pensar magro mesmo se queremos essa mudança para a vida toda!
    Ass.: Uma pessoa lutando contra o efeito safona, contra as gordurinhas que ainda precisam ser exterminadas, contra uma tireóide lenta, mas que já teve muitas vitórias esse ano e já está mais próxima do alvo! ;)

    ResponderExcluir
  7. Amiga como sempre o treu blog é inrequecedor,memso sabendo de tudo que seta ai listado,nada melhor do que ler,e reler,para assim ficar mais gravado na nossa mente.
    bjos.

    ResponderExcluir
  8. Seu blog é sempre esclarecedor e motivador. Ler seus posts me faz absorver muitas informações bacanas.

    ResponderExcluir
  9. Cara,
    Fui uma criança gordinha, uma adolescente cheinha e virei um adulto obesinho, mas quer saber é isto mesmo: Mudei minha cabeça,minha forma de pensar e enxergar a vida. Como tudo integral, sem açúcar e não sofro por isto. De vez em nunca como um chocolate, mas nem lembro. Na Páscoa comi um mísero pedaço da bandinha do mini kinder ovo da minha filha...não me imponho restrição, apenas "sinto vontade" de coisas melhores: banana com um pouco de mel e aveia, por exemplo...não pulo refeições...treino 6x/semana, tenho filho, esposo, trabalho,enfim há 2 anos atrás era a super obesa reclamona, hoje é a "Slim" com 55 kilos a menos e feliz da vida!!!
    Obrigada Rô... E não tem jeito:É mudar o jeito de pensar e batalhar, batalhar muito...O que tem de gente xarope que vem perguntar se eu fiz redução do estômago e coisas outras, bem idiotas. aí eu falo, vem comigo às 20h00 de um sábado correr uns 8 a 10 km, acorda na segunda-feira às 5h00 para treinar musculação, come comigo de três em três horas alimentos ótimos para o corpo e para a mente: Que tal um pãozinho integral sem açúcar? Aí já me fazem cara feia...Acho que transformei este comentário num super desabafo...rsrsrsrs...

    Abraço, Rô! \0/

    Cleide.

    ResponderExcluir
  10. De uns tempos pra cá e também comecei a perceber que se não mudasse a cabeça, não conseguiria ir adiante. Estou para adquirir o livro pense magro e já estou seguindo uma das sugestões do livro: fiz uma ficha onde anotei o porquê eu quero emagrecer; carrego essa ficha comigo e leio no mínimo 2 vezes ao dia. Está dando certo. Sempre fui formiga, e essa semana já resisti a bolo de milho e brigadeiros. Mas sinceramente não doeu, pois estou trabalhando a mente. Penso nos meus motivos e que se eu ceder, vou demorar mais ainda. Não estou caindo nessa de que no inverno é mais difícil seguir RA. Não, não, nada disso. Agora é a hora de preparar meu corpo pro inverno. Estou nessa luta há quase 2 anos, entre idas e vindas, mas nunca tinha mudado meu pensamento, por isso os resultados estavam sendo demorados. Contando com várias ajudas, inclusive desse blog maravilhoso, tenho certeza que vou chegar onde quero com sucesso!
    Sheila Paz

    ResponderExcluir
  11. Tive que compartilhar o endereço desta postagem no meu blog!!

    ResponderExcluir
  12. Muito bom!
    Vim ao seu blog é sempre bom e animador!
    Você é um exemplo que podemos viver bem!
    Prabéns por toda vitória!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  13. Ótimo post Rosângela. Eu estou num momento que preciso "emagrecer" também minha mente (rsrsrsrs). Ainda faço grandes jacadas, são raras mas ainda acontecem.

    Obrigado pelos comentários lá no blog. Guerreira mesmo é você, eu ainda chego lá =)

    Abraços

    ResponderExcluir
  14. Nossa, lindo demais !!! Adorei aquela parte ali : 'É PRECISO SER FORTE E SE ORGULHAR DISSO ...'
    Amiga, já levei maçã, banana, água para o cinema e não fiquei triste, sabe ... nem me preocupei com pipoca ou coisas do gênero ... É bem assim, mesmo, temos que ter uma meta, seguir adiante e não desistir !!
    Beijos, amiga !

    ResponderExcluir
  15. Rosangela, agradeço demais por ter compartilhado estas informaçoes, eu pus ate no meu blog seu link pra as pessoas lerem.seu post me ajudou muito

    ResponderExcluir
  16. resumindo tudooo ai em cima ..

    depende só de mim ... #Fato

    te admiro muito .. beijos

    ResponderExcluir
  17. Falou tudo RÔ!! Como sempre tocando lá no fundo da consciência!! rss Bjo!

    ResponderExcluir
  18. RÔ, adorei a foto correndo.
    Tu viu como a tua passada está ótima, bem aberta!!!
    Assim tu te impulsiona mais e a velocidade vem sem cansar ..
    E o sorriso então... d+!
    Bjo!
    Ingrid

    ResponderExcluir
  19. Adorei o post! É sempre muito bom ter dicas assim!
    Beijos!

    ResponderExcluir