terça-feira, 31 de maio de 2011

O que comer antes do treino ?

Eu na Eco Run-Abril 2011
 Cinco alimentos ideais para você consumir antes de partir para os treinos e provas 
Cada corredor tem uma rotina de treinos e um tipo de alimentação, geralmente saudável e balanceada. Porém, é comum surgirem dúvidas sobre o que consumir antes da corrida. Para auxiliar o corredor, o O2 Por Minuto, com a ajuda de nutricionistas, elaborou uma lista de cinco alimentos indicados para o atleta antes dos treinos.

1. Frutas - As frutas ou sucos naturais são indispensáveis em qualquer dieta balanceada. Antes ou depois da prática esportiva, podem ser consumidas sem restrição, pois são ricas em diversos nutrientes e vitaminas. As frutas ricas em água são melhores ainda, pois auxiliam na hidratação.

2. Pães e biscoitos (integrais) – Tanto no café da manhã como nos lanches da tarde, os pães, bolachas e biscoitos integrais são essenciais antes dos treinos. Eles são ricos em carboidratos, fornecendo assim energia ao corredor. Dependendo da necessidade calórica diária do atleta, o pão (integral, francês) pode ser servido com geléia, requeijão light ou queijos magros, como o cottage ou a ricota.

3. Barrinhas de cereal – Elas são uma ótima opção para carregar ao longo do dia ou comprar em qualquer lugar. Isso porque são fonte de carboidratos e de cereais - que auxiliam no bom funcionamento do organismo. Porém, fique atento ao valor calórico. Prefira as sem chocolate e mais naturais, que geralmente têm menos adição de açúcares e conservantes.

Os cereais em geral são ricos em vitaminas do complexo B, cálcio, ferro e fibras, e podem ser consumidos em todas as refeições do dia. Do arroz e do milho às barrinhas de cereal e aveia com frutas, são sempre boas escolhas. Fique atento apenas com relação às fibras. Consuma os cereais, principalmente os ricos em fibras, cerca de uma a duas horas antes do treino.

"Assim como o excesso de fibras – que atuam na mobilidade intestinal, a corrida também estimula os movimentos peristálticos do intestino. Associados podem causar um mal estar indesejável e constrangedor", aconselha a nutricionista da Nutricius, Mariana Klopfer.

4. Iogurtes e queijos magros – Se já estiver habituado a comer laticínios desse tipo antes de correr, continue, pois eles ajudam no fortalecimento muscular. “O consumo de laticínios impede a perda de massa magra durante o esforço físico”, revela a nutricionista Renata Rodrigues de Oliveira.

Porém, não os insira em seu cardápio pela primeira vez antes da corrida, pois podem ser indigestos. Opte por consumir cerca de uma ou duas horas antes da atividade e, se for novidade, deixe para experimentar em um outro dia.

5. Água – A hidratação antes da prova ou treino é essencial. Além de água, podem ser ingeridos sucos naturais e bebidas esportivas. Só tome cuidado com o horário, pois uma grande ingestão de líquidos antes de correr pode aumentar a vontade de urinar, prejudicando a disputa. Vá ao banheiro antes da largada e beba água no percurso conforme sentir necessidade.

Revista O2

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Metas realistas favorecem o emagrecimento efetivo

Mais de 30kg separam as duas fotos
A Foto do DEPOIS, foi feita pela equipe da Revista Sou Mais EU, hoje estou 2kg mais magra ;)
É fato que a rotina corrida e sempre cheia de atividades, os novos relacionamento, trabalho e metas nos impedem de fazer uma refeição completa ou apenas balanceada. Por isso, quando descobrimos um novo método de emagrecimento, criamos muitas expectativas quanto ao processo.

Porém observamos uma tendência de potencializar essas expectativas a ponto de causar em nós mesmos uma grande decepção. Idealizamos, sonhamos e perdemos a noção do que é real e possível em nossa nova empreitada nutricional, e acabamos sofrendo, pois a realidade nos causa uma grande desilusão.

Um dos caminhos mais seguros para que isso não ocorra, é fazer uma breve avaliação das possibilidades para sair vencedor. É necessário sair de cena e ficar nos bastidores, observando os prós e contras da decisão a ser tomada.

Esse processo é muito importante quando decidir iniciar sua reeducação alimentar, pois regimes e dietas são contraproducentes, ou seja, contrários as nossas atividades comuns. Então faça certo desde o início. Saiba que comer é para se nutrir e não se empanturrar. Muitas vezes, ainda, comemos para preencher um vazio, um processo de ansiedade frente a outras situações que podemos estar expostos diariamente. Esqueça essa prática.

Portanto o ideal é traçar metas realistas, para que a frustração não seja obstáculo diante da sua determinação de vencer. Emagrecer aos poucos é a melhor forma de manter o peso magro, lembrando que "dietas" ou "regimes" restritivos levam a compulsão, atrasando seu objetivo inicial que é a perda de peso.

A reeducação emocional e alimentar é o caminho do sucesso para qualquer processo de perda de peso, pois o objetivo é aprender a comer de forma adequada, e sentir-se leve e tranquilo com as escolhas alimentares.

Dicas que contribuem para esse processo acontecer:
Aprender a identificar quando se tem fome ou vontade de comer. Fome é uma sensação ruim, que sentimos como se fosse um nó. Já a vontade de comer se come, mas continua a vontade de ingerir mais comida,a vontade não cessa, e voltamos à geladeira, ao armário a procura de mais alimento

Aprender a colocar para fora os sentimentos que incomodam, coisas que são importantes que sejam faladas, e resolvidas. "Os famosos engolidores de sapo" engolem junto com a comida aquilo que não conseguem colocar para fora.- Praticar o prato único – Sempre se servir uma vez só, de forma equilibrada e com qualidade.

O planejamento alimentar é necessário. Estabeleça um dia da semana para fazer suas compras. Faça uma lista de alimentos magros, adequados ao seu processo de emagrecimento. Organize seu armário, não armazenando alimentos que nos fazem perder o controle ou que aumentem a nossa quantidade de calorias diárias sem necessidade.

Em confraternizações, aniversários, aproveitar esses momentos para dar risadas, trocar idéias, contar um pouco da vida, saborear cada garfada, devagar, conversando, olhando ao redor, apreciando o ambiente e as pessoas, ou seja, comer para sua fome, e não usar essas oportunidades para se empanzinar de comida.

Estabeleça metas a curto prazo e que possa cumprir sem se frustrar. Comece reduzindo uma pequena parte da comida que ingere durante o dia. Em todas as refeições, vá tirando um pouco, e quem controla é você, de acordo com o que pode dar conta. Desta forma vai se sentindo confiante, e novos padrões alimentares irão se estabelecendo. Lembre-se apenas de consultar um nutricionista antes de achar que pode tirar isso ou aquilo do cardápio.

Faça um diário alimentar colocando o que come, os horários e as quantidades. Esta é uma importante ferramenta que permitirá conhecer seus hábitos alimentares e lhe auxiliará no auto monitoramento. Relacione os sentimentos presentes nessas situações, desenvolvendo a percepção desse processo de ingestão da comida com as questões emocionais.
*Por Luciana Kotaka, psicóloga (www.lucianakotaka.com.br)
.
E jamais esqueça: Reeducação alimentar e atividade física  são a fórmula para bons resultados, emagrecimento saudável e manutenção do peso. Persistência e força de vontade também são essenciais para emagrecimento.
.
Olhem que linda a super corredora Ingrid http://ingridrunning.blogspot.com/  com a Revista Boa Forma que saí:
 

sábado, 28 de maio de 2011

Superação: Emagrecimento!


Conheça a História de superação e emagrecimento da Patrícia de Sá Andriotti

Estava insatisfeita com meu corpo, não gostava do que refletia no espelho, mas sempre adiava minha mudança, estava sem motivação. Atingi a marca de 75kg para 1.60 de altura.
No final de julho vi a matéria na Revista Sou Mais Eu com a Rosângela Barbieri, ela emagreceu mais de 30kg com reeducação alimentar e corrida, fiquei surpresa em saber que ela era do Rio Grande do Sul.

Fiquei animada, comecei a caminhar na esteira todos os dias, depois na rua, e em pouco tempo uma amiga me chamou para iniciar os primeiros passos na corrida. Então comecei a treinar com meu marido que já corria e também eliminou 14 Kg.
Adorei, com muito esforço, determinação comecei devagar os primeiros passos.
Tive que organizar minha alimentação, não deixei de comer nada, cortei pela metade as porções ingeridas por dia.
Uma coisa que não fazia era tomar água, passei a tomar muita água, e isso fez e faz muita diferença, desinchei e logo senti os efeitos na balança.
Passei a ler e seguir as dicas do blog da Rosângela http://www.romassoterapeuta.com/ e do Rogério http://www.fitlabore.com.br dicas muito valiosas que acrescentei em meu dia a dia.
Hoje com 55kg estou satisfeita com meu corpo, melhorei minha auto estima, estou feliz e realizada. Conheci a Rosângela pessoalmente e corremos juntas em Porto Alegre.
Agora estou participando dos circuitos de corrida e adorando, e não deixo de treinar.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Receita: Frango ao Molho de Aspargo


Dê cara nova ao frango preparando esta deliciosa receita com aspargos e surpreenda a família e os amigos. Um prato simples de fazer e sofisticado, que pode ser servido até em uma ocasião especial.


Ingredientes
4 filés de frango
1 cebola picada
2 colheres de sopa de molho de soja light
4 colheres de vinho branco
1 colher de chá de amido de milho
1 colher de sopa rasa de ketchup
1 xícara de chá de aspargo em conserva em pedaços
½ xícara de chá de água
1 colher de sopa de salsa picada

Modo de preparo
Em uma frigideira, grelhe os filés de frango até que os dois lados fiquem bem dourados. Reserve. Na mesma frigideira, coloque o restante dos ingredientes e adicione a água. Quando ferver, mexa bem, retire do fogo e regue os filés. Salpique a salsa e sirva.
Rendimento: 4 porções -  Calorias por porção: 152 Kcal
 
Hoje tem post no Blogosfera Light: Como montar um prato saudável http://blogosferalight.com.br/blog/2011/05/como-montar-um-prato-saudavel/

E no Desafio das Estações: Super dicas para eliminar peso:  http://desafiodasestacoes.blogspot.com/2011/05/super-dicas-para-eliminar-peso.html

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Você faz dieta imaginária ?

Toda segunda-feira você se determina a levar a sério a dieta e a não falhar na malhação. Começa a semana seguindo o regime à risca, mas na terça se permite uma sobremesa.

Na quarta, programa um jantar fora e, para não decepcionar o anfitrião, não recusa nada, da entrada à sobremesa. Na quinta, como dormiu tarde, falha à academia. Na sexta-feira, se decepciona com a balança e promete recomeçar tudo de novo na segunda…

Resultado: você acredita que está fazendo dieta e não entende como não consegue emagrecer!
Essa é uma pegadinha em que muita gente costuma cair, principalmente nos primeiros tempos de reeducação alimentar. É importante entender os sinais. O primeiro deles: se você precisa sempre de um marco para começar a dieta (próxima segunda-feira, ano que vem, etc) pode ser que ainda não esteja pronto para mudar maus hábitos com um objetivo de longo prazo.

Qualquer dia é dia para começar uma dieta!
Outro aspecto do regime imaginário: o falso lanchinho. Como você já leu que, nos intervalos das principais refeições, é importante fazer pequenos lanches, você segue a regra. Come chocolate diet (rico em gordura!), pastel, pão de queijo… Regime alimentar não é sinônimo de passar fome nem de sofrimento, mas exige muita disciplina e não se enganar.

E então? Disposto a levar a sério a dieta a partir de hoje? Comece reorganizando a despensa e seguindo algumas dicas de supermercado:
- Não crie de uma hora para outra um supermercado totalmente light, pois como aquilo ainda não faz parte do seu mundo, algumas coisas irão estragar na geladeira.
- Invista nos alimentos de menor valor calórico, que são muito semelhantes ao original, e que são importante fonte de nutrientes, como iogurtes light, queijo magros, requeijão.
- Elimine bebida de garrafa grande, opte por latinhas.
- Evite o consumo abusivo só porque é light. Compre menores porções de pães, queijos fatiados, bolinhos individuais, para não exceder na quantidade.

Informações: Blog Vida Saudável

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Sorteio Squeeze + Farinha Feijão branco

Vamos ao sorteio ?
1 Squeeze da Brasil Sul e 1 pote de farinha de feijão branco de 100g.

A Squeeze eu ganhei na Poa Day Run e resolvi sortear para vocês.
Sobre os benefícios da Farinha de Feijão branco: http://www.romassoterapeuta.com/2010/07/agradecimento-e-farinha-de-feijao.html

Vamos as regras:

- Seguir o blog publicamente,
- Se você tem Twitter deve seguir também: http://twitter.com/#!/rosbarbieri
- Preencher o formulário AQUI
- Morar ou ter endereço em território nacional.
- Deixar um comentário somente nesse post dizendo que está participando.
Compras Dicas Moda Esmaltes Make Página Inicial Twitter!
Para ter mais chances:
- Dar RT na seguinte frase no twitter.
"RT:  Eu quero ganhar o sorteio do blog da @rosbarbieri http://t.co/TBNTZ5C"
Pode preencher novamente o formulário com o link da frase divulgada no twitter.
- Divulgar em seu blog e preencher novamente o formulário com o link de divulgaçao.

O Sorteio será realizado dia 17/06/2011


Participe e Boa Sorte!

Guaraná para acelerar a dieta e dica de corrida

Você já deve ter apostado no guaraná em pó para espantar o sono e aumentar o pique. E para emagrecer? Também dá certo! Pesquisadores da Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, confirmaram que ele favorece a queima de gordura. Isso porque a cafeína e outros fitoquímicos (xantinas, catequinas e taninos) presentes no fruto aceleram o metabolismo, aumentando o gasto de calorias. Mas é preciso consumi-lo com frequência. “Duas colheres de chá de pó de guaraná por dia, diluído na água ou no suco de fruta”, recomenda Daniela Jobst, nutricionista da Clínica Nutrijobst, em São Paulo. 

Receitinha: bata o guaraná com 1/2 copo (100 ml) de água, suco de 1/2 limão e 1/2 cenoura (ou beterraba). Coe e acrescente adoçante a gosto.
Revista Boa Forma 

Corrida só para mulheres em Porto Alegre:
Foto do Kit da corrida
 O Circuito Donas Run Brasil traz para Porto Alegre, a primeira prova exclusivamente feminina, que se destaca pelo envolvimento muito além da corrida. 18 e 19 de junho, Separe estas datas para você!!
A Corrida será dia 19/06 com largada às 9:30h.
Opções de inscrição:
  • CORRIDA 8Km;
  • Corrida 4Km;
  • Caminhada 2,5 Km.
Eu já me inscrevi na corrida de 8km, vamos nessa ?

terça-feira, 24 de maio de 2011

Como driblar a fome no Inverno

O inverno chegando e com ele aquela vontade de se consumir alimentos e bebidas mais saborosas e calóricas, como os chocolates, fondues, queijos, cremes, massas, bebidas alcoólicas entre outras guloseimas, ricas em carboidratos e gorduras. Nessa época do ano nossa fome parece aumentar, juntamente com a preguiça para a atividade física e as comidas calóricas são tentadoras. Veja algumas dicas para aproveitar o Inverno:

1. Não fique muito tempo em jejum. Faça lanches intermediários para evitar a fome e assim não comer demais na próxima refeição;

2. Abuse de preparações quentes como caldos e sopas à base de vegetais e legumes cozidos. As folhas como agrião, espinafre e repolho podem ser base para as receitas mais leves. Use ervas para dar o sabor final e cenoura para dar consistência mais grossa;

3. Cuidado com as sopas cremosas que contêm muitas calorias; evitando principalmente aquelas com creme de leite;

4. Chás de frutas e folhas como maçã, laranja, morango, hortelã, mate, camomila, erva-cidreira e erva-doce são opções saborosas e quentinhas para o inverno;

5. De sobremesa, opte por frutas assadas, pois são bastante nutritivas e aquecem o corpo. Use canela em pó para dar um toque especial;

6. Aposte nos probióticos (lactobacilos vivos) encontrados nos leites fermentados e iogurtes, e vitaminas e minerais, especialmente a vitamina C, presente na laranja, limão, acerola e abacaxi, pois esses alimentos vão fortalecer seu sistema imunológico, já que no inverno aumenta a incidência de gripes e resfriados;

7. Não se esqueça de beber água. Apesar de não sentirmos muita sede nessa época do ano, a diurese está aumentada, logo, o consumo de água é fundamental, além de prevenir complicações pulmonares, já que a água ajuda a dissolver o muco dos pulmões;

8. Além de usar os legumes nas sopas, eles também podem ser consumidos em forma de omelete: é rápido, nutritivo e versátil! Pode ser feito com diversos vegetais e até como opção de recheio de um sanduíche;

9. É fundamental conciliar uma dieta equilibrada com a prática de exercícios físicos.

Receita: Caldo Verde Light

 Ingredientes:

* 2 unidades de couve-flor
* 4 unidades de couve manteiga
* 2 cebolas raladas
* 4 colheres sopa azeite
* Sal

Modo de fazer:
Lave bem e pique a couve-flor, refogue na cebola até a couve começar a dourar. Salgue a gosto e cozinhe com pouca água. Bata no liquidificador com água suficiente para deixar o caldo grossinho, pois a couve-flor não engrossa muito. Leve ao fogo e coloque a couve manteiga picada (não fatiada a mineira). Ferva por 5 minutos para a couve ficar verdinha. 
Informações: Dieta Certa

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Maratona Internacional de Porto Alegre - Eu Fui!

Neste domingo, dia 22, aconteceu na em Porto Alegre a 28ª Maratona Internacional de Porto Alegre e a 6ª Maratona de Revezamento e Corrida Rústica que reuniu quase de 5 mil corredores.
A manhã de domingo começou ensolarada com a temperatura de 17º graus. O frio esperado para essa época do ano na capital gaúcha, não apareceu e o sol brilhou durante a prova, chegando aos 22 graus. 
Eu e meu super amigo/irmão Mágnor corremos os 10km juntos do início ao fim da corrida,  percurso lindo em Porto Alegre, com vista para o Rio Guaíba. Cruzamos a linha de chegada de mãos dadas, sensação de dever cumprido e a emoção de conluir a prova  ao lado de um grande amigo.

Que tal começar a mexer o corpinho, ganhar mais disposição para seus dias e corpo em forma e saudável?

Chegou a hora, vamos treinar!!!

SEMANA 1: Menos 200 calorias por treino*


Segunda-feiraQuarta-feiraSexta-feiraDomingo
Esteira2 min a 6 km/h + 2 min a 7 km/h + repetir 2x (6 min a 8 km/h + 2 min a 6 ou 7 km/h)2 min a 6 km/h + 2 min a 7 km/h + repetir 2x (6 min a 8,5 km/h + 2 min a 6 ou 7 km/h)2 min a 6 ou 7 km/h + repetir 3x (5 min a 9 km/h + 1 min a 6 ou 7 km/h)2 min a 6 ou 7 km/h + repetir 2x (3 min a 8 km/h + 3 min a 8,5 km/h + 3 min a 9 km/h)
Rua4 min de caminhada + repetir 2x (6 min de trote + 2 min de caminhada)4 min de caminhada + repetir 2x (6 min de trote acelerado + 2 min de caminhada)2 min de caminhada + repetir 3x (5 min de corrida + 1 min de caminhada)2 min de caminhada + repetir 2x (3 min de trote + 3 min de trote acelerado + 3 min de corrida)

SEMANA 2: Menos 230 calorias por treino*

Segunda-feiraQuarta-feiraSexta-feiraDomingo
Esteira2 min a 6 ou 7 km/h + 10 min a 8 km/h + 8 min a 9 km/h2 min a 6 ou 7 km/h + 6 min a 8 km/h + 6 min a 8,5 km/h + 6 min a 9 km/h10 min a 8 km/h + 10 min a 9 km/h3 min a 6 ou 7 km/h + 17 min a 8,5 km/h
Rua2 min de caminhada + 10 min de trote + 8 min de corrida2 min de caminhada + 6 min de trote + 6 min de trote acelerado + 6 min de corrida10 min de trote + 10 min de corrida3 min de caminhada + 17 min de trote acelerado


SEMANA 3: Menos 250 calorias por treino*


Segunda-feiraQuarta-feiraSexta-feiraDomingo
EsteiraRepetir 4x (2 min a 8 km/h + 3 min a 9 km/h)10 min a 8 km/h + 5 min a 8,5 km/h + 5 min a 9 km/h3 min a 6 ou 7 km/h + 17 min a 8,5 km/hRepetir 4x (2 min a 8 km/h + 3 min a 9 km/h)
RuaRepetir 4x (2 min de trote + 3 min de corrida)10 min de trote + 5 min de trote acelerado + 5 min de corrida3 min de caminhada + 17 min de trote aceleradoRepetir 4x (2 min de trote + 3 min de corrida)

SEMANA 4: Menos 300 calorias por treino*


Segunda-feiraTerça-
feira
Quarta-feiraSexta-
feira
SábadoDomingo
Esteira3 min a 6 ou 7 km/h + 17 min a 8 km/h3 min a 6 ou 7 km/h + 17 min a 8,5 km/h3 min a 6 ou 7 km/h + 17 min a 9 km/h3 min a 6 ou 7 km/h + 17 min a 8 km/h3 min a 6 ou 7 km/h + 17 min a 8,5 km/h3 min a 6 ou 7 km/h + 17 min a 9 km/h
Rua3 min de caminhada + 17 min de trote3 min de caminhada + 17 min de trote acelerado3 min de caminhada + 17 min de corrida3 min de caminhada + 17 min de trote3 min de caminhada + 17 min de trote acelerado3 min de caminhada + 17 min de corrida

No ritmo certo

Para quem treina na esteira, acertar a passada é mais fácil: basta ajustar a velocidade no equipamento e pronto. Se você corre na rua, o melhor é regular a intensidade pela tabela de percepção de esforço abaixo.

• Caminhada moderada/intensa: de 6 a 7 km/h, você anda e consegue conversar normalmente.

• Trote: cerca de 8 km/h, a respiração se torna ofegante e é difícil conversar.

• Trote acelerado: equivale a 8,5 km/h. Você começa a cansar e tem muita dificuldade para falar.

• Corrida: com média de 9 a 10 km/h, a respiração fica bem ofegante e dá vontade de parar.

• Corrida forte: aproximadamente de 11 a 12 km/h, o exercício se torna muito cansativo.

Informações: Revista Boa Forma e Ativo.com

Agora só depende de você,  que tal começar??
Mexa-se para uma vida saudável e corpinho em forma!
Vem comigo ?

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Maratona de Porto Alegre - Eu Vou!

A 28ª Maratona Internacional de Porto Alegre acontecerá neste domingo dia 22 de maio de 2011.
Eu e meu amigo Mágnor vamos participar da rústiva de 10km. Estamos torcendo que o frio não esteja tão intenso.
A corrida é um ótimo exercício aeróbico para perder peso. Estima-se que a prática, dependendo do peso, queima entre 500 e 800 calorias por hora. Além disso, fortalece os músculos das pernas, tornando-as mais torneadas, e os músculos abdominais, queimando a gordura localizada nessa região.
A largada será no Barra Shopping Sul, veja os horários:

7h Maratona Feminina
7h10min Cadeirante e Especial (Maratona):
7h15min Maratona Masculina
8h30min Maratona de Revezamento (42.195m), para 02, 04 e 08 participantes.
8h30min Rústica de Porto Alegre

Esta será a segunda vez que participamos da Maratona, no ano passado fizemos o revezamento com 8 participantes, este ano vamos para os 10km.

Hoje tem post meu no Blogosfera Light sobre Farinha de feijão branco:
 http://blogosferalight.com.br/blog/2011/05/farinha-de-feijao-branco-ajuda-no-emagrecimento/

E no Desafio das Estações dicas para Desinchar a barriguinha:
http://desafiodasestacoes.blogspot.com/2011/05/vamos-desinchar-barriguinha.html

quinta-feira, 19 de maio de 2011

A balança estacionou? Conheça os motivos

Uma boa saída para quem quer perder peso e ganhar saúde é definir metas. Deve-se ter como objetivo uma perda de peso gradual, traçando-se metas em médio prazo.  É importante mudar o comportament,o se a pessoa coloca como meta se alimentar melhor e realizar exercícios físicos, mesmo quando chegar ao peso desejado, ela continuará com esta meta, minimizando a chance de recuperar o peso.

Nada de dietas milagrosas nem exercícios mirabolantes. Se você já tentou de tudo, e mesmo assim não consegue perder peso, confira os dez principais motivos que podem estar dificultando a sua boa forma e faça as pazes com a balança:

1 - Falta de exercícios regulares. O ideal é praticar, no mínimo, 150 minutos de atividades físicas por semana, que podem ser divididos de três a cinco dias;

2 – Alimentação ruim. Hábitos alimentares errados, comendo-se em horários errados e alimentos de qualidade duvidosa;

3 - Dificuldade em mudar hábitos alimentares antigos;

4 – Exagero de fim de semana. Achar que seguindo uma alimentação correta durante a semana pode relaxar no fim de semana e comer errado;

5 – Milagres. Ter metas muito ambiciosas (perder 15 kg, por exemplo) a serem atingidas em curto período de tempo;

6 - Terceirizar responsabilidades: achar que se não perdeu peso a culpa foi da nutricionista que não prescreveu uma dieta adequada ou do médico que não passou um remédio para emagrecer;

7 - Doenças associadas: algumas doenças podem levar ao aumento de peso ou dificuldade em perder;

8 - Uso de medicações: corticóides, antipsicóticos, antidepressivos, etc. podem levar ao ganho de peso;

9 - Comparações com outras pessoas: é comum a mulher, por exemplo, se comparar com o marido, achando que come menos que ele e engorda. Devemos lembrar que cada pessoa tem um metabolismo próprio, não devendo ser comparado nem mesmo entre irmãos;

10 – Fome x Gula. Não conseguir diferenciar fome de gula: poucas vezes comemos realmente por estarmos com fome. Na maioria das vezes, comemos mais por gula do que por fome. Fazer esta diferenciação facilita bastante o comer correto. (Fonte: Mais de 50)

Informações: Bonde

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Fazer jejum provoca mau humor e não ajuda a emagrecer


Para muitas pessoas, estar acima do peso já é motivo suficiente para causar irritação. Para piorar, os mais radicais ainda optam por formas drásticas de dieta para baixar o peso. Movidos pelo desespero emocional e pela ânsia do emagrecimento rápido os 'gordinhos' pulam refeições e partem para horas e horas de jejum, o que contraria a lógica do corpo humano. Afinal, ninguém 'vive de brisa'.

No livro "A dieta do bom humor", a nutricionista Sonia Tucunduva Philippi relaciona uma série de motivos que provam que, além de provocar mau humor, o jejum não ajuda a emagrecer. Confira:

Quando você faz jejum:

- Diminui o ritmo do metabolismo;

- Fica com as funções do organismo mais lentas;

- Prejudica as funções do intestino;

- Corre o risco de sofrer carência de vitaminas e minerais.

E ainda há o risco de engordar porque:

- Depois do jejum ou após pular uma refeição a fome é exagerada;

- Ninguém aguenta passar fome muito tempo;

- O organismo, que aprendeu a viver com pouquíssimas calorias, vai armazenar tudo o que vier a mais e estocar esse excesso em forma de gordura;

- O corpo exige compensação após um período de longa privação e vai aproveitar tudo o que faltou até então para repor suas perdas — o que significa que você vai engordar.

Você corre os mesmos riscos do jejum quando:

- Fica horas sem comer nada;

- Come menos de 800 calorias durante mais de uma semana;

- Faz dietas só de líquidos que duram mais de um dia;

- Toma laxantes;

- Toma diuréticos. 

Cuide-se, a reeducação alimentar é a melhor opção para emagrecimento saudável.

Informações: Bonde

terça-feira, 17 de maio de 2011

Fórmula para emagrecer

Clique na imagem para ampliar
Gostaram da diferença das duas fotos ?
Até meu sorriso está diferente, minha pele está mil vezes melhor, cabelo saudável, mais disposição para vida, entre tantos outros benefícios.
Só para constar, na foto de antes estava com 21 anos, na foto depois 32 anos.
Na primeira foto, ainda sedentária na casa dos 90kg. Na segunda foto, tirada neste domingo 15/05/2011 com 62kg.

Exercício Físico aliado à uma alimentação saudável potencializa o processo de emagrecimento.

Você sabe quais são as atividades que de fato auxiliam no emagrecimento ? Confira aqui as melhores atividades para você emagrecer. É bom ter em mente que as calorias queimadas durante os exercícios depende de vários fatores , como estatura, peso e capacidade física , além é claro da intensidade da atividade. Por isso a indicação do gasto calórico fornecida aqui é aproximada. Vale lembrar ainda que para perder de ½ à 1 Kg de gordura por semana somente com ajuda de exercícios aeróbios ( sem alterar a dieta ) é preciso queimar cerca de 3500 calorias semanais ( ou 500 cal. por dia ). Você pode optar por uma ou mais destas atividades e/ou diminuir a quantidade das porções durante as refeições com a orientação de profissional.
Pular corda: 500 a 800kcal/hora.
step: 400 a 500kcal/hora.
natação: 430 a 530kcal/hora.
spinning: 500kcal/hora.
transport:500kcal/hora.
corrida:500 a 800kcal/hora.

Fazer exercício em jejum, não emagrece
É Muito comum às pessoas afirmarem que passam longos períodos sem se alimentar com objetivo de emagrecimento.Ao contrário do que se imagina, este comportamento faz com que nosso organismo comprometa as proteínas corporais (massa magra), preservando a gordura corporal.
O jejum é uma manobra alimentar que ocorre rotineiramente em nossa alimentação. Mesmo os mais atentos a ingestão alimentar, são obrigados a realizar o jejum durante o período de sono. O jejum noturno favorece a ingestão de alimentos, principalmente os ricos em carboidratos logo pela manhã. Isto ocorre, pois ao dormirmos nossa demanda energética do sistema nervoso central é mantida com as reservas hepáticas. Estas por sua vez amanhecem bastante comprometidas. Imagine então o que ocorre quando ao acordarmos e ao invés de fazer uma refeição com alimentos ricos em carboidratos colocamos um short, tênis e camiseta e saímos realizando um exercício intenso ou prolongado. Nessa situação onde as reservas estão comprometidas, ao contrairmos a musculatura teremos como conseqüência a redução da glicose sanguínea à concentrações muito baixas. Esta manobra pode resultar em perda momentânea da consciência (desmaio) podendo ter conseqüências mais graves.
O ponto mais interessante é que na tentativa de impedir esta manobra nosso corpo transforma as proteínas corporais em glicose. Assim na tentativa de emagrecer fazendo exercícios em jejum estaremos na verdade perdendo massa magra, ou seja, estaremos na prática engordando.
Algumas dicas podem ajudar aqueles que tem no período da manhã sua melhor ou única oportunidade de exercício. Consuma alimentos como iogurtes, vitamina de frutas ou frutas. Assim uma pequena parcela da glicose consumida na atividade estará sendo fornecida por esta refeição.
Depois de aproximadamente 20 minutos de exercícios aeróbios a gordura também passa a fornecer sua parcela energética para a realização dos exercícios, . Por volta dos trinta minutos, a contribuição do carboidrato e da gordura na produção de energia é bem semelhante. Daí para frente, a gordura passa a ser progressivamente maior fornecedora. Esses limites de tempo são particularmente importantes quando se faz atividade aeróbia como coadjuvante no processo de emagrecimento.
Informações Dieta Certa

Resumindo: Mexa-se, exercite-se, alimentação saudável e equilibrada combinada com atividade física resultam em Emagrecimento Saudável.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Aprenda a combater a Gula

O SIGNIFICADO DA SUA GULA: APRENDA A COMBATÊ-LA!

Tem vezes em que a vontade de comer alguma coisa doce só passa depois que você ataca um brigadeiro?
Ou então, é a vontade de tomar mais um cafezinho no decorrer do dia que persiste. Todo mundo tem vontade de comer alguma coisa, mesmo sabendo que não faz bem à saúde ou que vai prejudicar a dieta.
Mas, não se trata só de ter vontade! Seu corpo pode estar necessitando de alguma substância para seu bom funcionamento. Descubra o significado de sua gula e aprenda a melhor maneira de combatê-la!

Quero comer doce: seu corpo precisa de cromo, fósforo, enxofre e triptofano. Sacie sua vontade comendo uvas, queijo, frango, peixe, ovos, espinafre, nozes e uva-passa.

Desejo de chocolate: falta de magnésio no organismo. Delicie-se com  castanhas, ervilha e maracujá.

Vontade de comer pão: está faltando nitrogênio. Você pode comer alimentos ricos em proteínas como carne, nozes e grãos.

Querendo comer fritura: é falta de cálcio no organismo. Coma brócolis, couve, queijo ou gergelim.

Desejando um cafezinho: seu corpo necessita de fósforo, enxofre, cloreto de sódio e ferro. Acabe com a vontade ingerindo carne, ovo, laticínios magros, nozes, grãos, pimenta vermelha, alho, cebola ou algas.

Beber refrigerante: é de cálcio que seu corpo precisa. Você pode comer queijo, brócolis, couve ou gergelim.
Porém, se o seu caso for um destes dois extremos, fique atento!

Está com muito apetite: é falta de silício, triptofano e tirosina. Sacie suas vontades comendo nozes, grãos, queijo, uva passa, acerola, caju e laranja.

Mas, se estiver sem apetite: seu organismo precisa de vitamina B. Coma nozes, feijão e fígado. 

Sua Dieta

sábado, 14 de maio de 2011

13. Corrida para Vencer o Diabetes

Neste domingo acontecerá em Porto Alegre-RS a 13. Corrida para Vencer o Diabetes, é uma realização do ICD - Instituto da Criança com Diabetes e tem como objetivo arrecadar recursos para o benefício de 2.500 crianças e adolescentes com diabetes, pacientes da instituição.

O Percurso será de 4km com largada às 10h no Parcão.
Compre sua camiseta nas Farmácias Panvel e participe!

sexta-feira, 13 de maio de 2011

quinta-feira, 12 de maio de 2011

TPM: conviva bem com este mal


Dor de cabeça, inchaço, dor nas mamas, ganho de peso, alterações no humor (irritabilidade, depressão, choro, hipersensibilidade emocional). Todos esse sintomas estão associados a terrível TPM, inimiga de 80% da população feminina. Se você faz parte deste time, saiba que a alimentação pode ser uma grande aliada na prevenção e no combate dos indesejáveis sintomas.
Há muito tempo se estuda a respeito da influência dos hormônios na absorção de alguns micronutrientes (vitaminas e minerais) e no metabolismo de água e eletrólitos no curso do ciclo menstrual.
Para se ter uma idéia, os hormônios influenciam o metabolismo de minerais importantes como o cálcio e o magnésio e de vitaminas, como é o caso da vitamina D. E é assim que se explicam as alterações deste período.
Então, já sabe: repor estes nutrientes é fundamental... e, claro, beber muito líquido. Para isto, recomenda-se aumentar o consumo de leite e derivados, vegetais verde-escuros, peixes, castanhas (do pará, caju) e cereais integrais.
Algumas mulheres apresentam também, no período da TPM, modificações do comportamento alimentar habitual, que se exemplifica num consumo exagerado de alimentos salgados, doces e, claro, chocolate. É, meninas, mas estes alimentos tem, normalmente, muitas calorias... prejudicando o sucesso da nossa dieta, não é mesmo?!

Tome nota então de algumas recomendações para este período:


VILÕES: alguns alimentos se tornam vilões na TPM. É melhor deixá-lo longe da dispensa e, principalmente, dos olhos. Quais são estes alimentos:
- Frituras e outros alimentos gordurosos: são extremamente calóricos, levando ao maior ganho de peso. Além disto, contém sal que leva ao inchaço, retenção de líquidos.
- Refrigerantes: além de altas quantidades de sódio, que piora a retenção de líquidos já comum nesta fase.
- Álcool: cuidado com a ingestão de bebidas alcoólicas pois quando não bem digeridas, podem propiciar a fomação de gases. Que, cá entre nós, não é nada confortável.
- Café e chá preto: assim como os refrigerantes de cola, contém cafeína que é um potente irritante. Por isso, atenção ao consumo destes alimentos.

HERÓIS: estes são alimentos poderosos no combate dos sintomas desagradáveis da TPM. Confira e transforme sua vida!
- Melância: esta fruta tem altas quantidades de magnésio, que em conseqüência das alterações hormonais do período é o nutriente mais perdido na TPM. Além disto, contém bastante água, diminuindo o inchaço.
- Nozes e castanhas: ricos em gorduras boas, as famosas ômega 3 e 6, estas oleaginosas estão relacionadas a melhora do humor e ajudam na TPM regularizando o desequilíbrio hormonal característico desta fase. Só tome cuidado pois são calóricos!!!
- Leite e derivados: ricos em cálcio, nutriente muito perdido nesta fase e que tem importância impar na sua saúde. De preferência, utilize os leite e iogurtes desnatados ou 0% de gordura. Quanto aos queijos, prefira os brancos. Estes são menos calóricos e podem ser comidos em maior quantidade!
Conciliar os vilões e os heróis é o segredo para garantir a sua tranqüilidade e manter a boa forma no detestável período da TPM!

Dieta Certa

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Você não emagrece por causa do Metabolismo ?

Muita gente atribui ao metabolismo lento a dificuldade de perder peso. Mas será que faz sentido? Fernando Menegat Kuhn, endocrinologista, especialista em obesidade, de Caxias do Sul, esclarece o que é mito e o que é verdade.

Não consigo emagrecer porque meu metabolismo é lento.
MITO. Na maioria dos casos, essa é uma desculpa para o fracasso da dieta. Só uma pequena porcentagem de pacientes têm problemas orgânicos. Voracidade alimentar, sedentarismo e uso de medicações antidepressivas são as causas mais frequentes da obesidade. A dificuldade não está no organismo emagrecer, mas em mudar hábitos, fazer o que é preciso para emagrecer. São coisas diferentes.

Eu como pouco, mas não consigo emagrecer.
MITO. A não ser em raros casos de distúrbios, a pessoa não emagrece quando ingere mais calorias do que gasta. Às vezes, o problema não está na quantidade de comida ingerida, mas na quantidade de calorias da comida colocada no prato. Emagrecer é uma equação matemática. Para perder um quilo em uma semana é necessário haver um déficit de aproximadamente 1 mil calorias ao dia: 7 mil calorias/semana. Pode-se conseguir isso reduzindo 700 calorias pela dieta e queimando 300 calorias pelo exercício, o que vai dar 1 mil calorias/dia.

Pessoas com tendência a engordar nunca serão magras.
MITO. Não é uma regra imutável. Depende de mudança de hábitos (alimentares e prática de exercícios) e de perseverança nessa mudança do modo de viver. Quanto maior o grau de obesidade mais difícil é a transformação. Estudos apontam que a tendência a voltar a maus hábitos aumenta na proporção direta do aumento do IMC (Índice de Massa Corporal).

Os magros têm o metabolismo mais acelerado do que os gordos.
DEPENDE. Há pacientes que têm resistência à ação da insulina e podem ter mais dificuldade para emagrecer. Para descobrir essa resistência, é preciso fazer um exame com glicose/insulina e calcular o HOMA (Avaliação Dahomeostase Metabólica). A herança genética também tem importância (familiares magros ou obesos). Mas, em geral, são os maus hábitos que influenciam a obesidade e diferenciam gordos e magros.

O metabolismo do homem é mais acelerado do que o da mulher.
SIM. A diferença de massa muscular entre os sexos é que determina o ritmo do metabolismo. Os homens possuem 8% a mais de massa muscular do que as mulheres. Os músculos consomem mais energia do que a gordura para se manter.

O metabolismo desacelera com a idade.
SIM. A partir dos 30 anos, o ritmo metabólico diminui (média de 5% a cada década). Essa redução, que é maior nas mulheres que nos homens, decorre da perda de massa muscular, natural da idade.
  
Vida Saudável

terça-feira, 10 de maio de 2011

Você tem mania de comer ?

Quem não tem mania de alguma coisa na vida? Todo muito tem! Inclusive, mania de comer determinado alimento que se adora. E o que você ama de paixão, mesmo que não seja a comida mais saudável do mundo, pode sim estar do seu cardápio, desde que se tenha bom senso. O macete, para não acabar com sua dieta, é controlar os impulsos gulosos e escolher opções light daquilo que mais sacia sua vontade. Veja alguns exemplos:

• Chocolate
Prefira os amargos, com mais teor de cacau. Este tipo vai ajudar você a matar a vontade de comer chocolate, mas não vai estourar os números de calorias que você pode consumir. Cuidado com o “só vou comer um quadradinho”! Seu organismo vai acabar te pedindo mais, porque o açúcar é estimulante e manda para o seu cérebro a informação que só um não basta.

• Pão
Escolha os integrais, que são ricos em fibras. Elas servem, nesse caso, para retardar a digestão, e o resultado disso é que você leva mais tempo para sentir fome novamente.
Outro tipo magrinho de pão é o sírio.  O francês até é permitido, se você tirar o miolo. E pense bem no que vai escolher para rechear o seu pãozinho! É ai que geralmente a gente perde a mão e extrapola as calorias.

• Massa
De preferência integral e com molho vermelho. As fibras da massa integral vão te dar mais saciedade e o molho de tomate é a opção menos calórica de todas. Existem também as massas sem glúten ou as massas feitas de farinha de arroz, que são digeridas com mais facilidade pelo nosso organismo.

• Fritura
Prepare-as com óleo de canola. Fique atento com o azeite que é conhecido por conter gordura boa, porém, quando esquentado, suas propriedades nutricionais se alteram e ele se transforma em um vilão para a saúde. Em lugar de fritar o que você gosta de comer, experimente assar. Os alimentos assados não perdem sabor e ficam mais saudáveis.

• Bebida alcoólica
Vinho pode. O teor de álcool do vinho é menor do que o das opções destiladas. Além disso, já está provado que vinho faz bem ao coração e pesquisas dão conta de que o vinho tinto pode até ajudar a manter a boa forma. Esqueça o chopinho e a cerveja, que os nutricionistas chamam de “caloria vazia”!

Sua Dieta 


UPDATE

Quero convidar vocês para participar do Desafio das Estações, versão Inverno, as inscrições vão até 13/05, quinta-feira e o Desafio até 21/06. Acesse http://desafiodasestacoes.blogspot.com/ e faça sua inscrição.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Emagrecimento à prova de recaídas

Clique para ampliar
Que é difícil perder peso você já sabe. Mas conhecer de antemão os desafios que a reeducação alimentar lhe reserva semana a semana, mês a mês pode ajudá-la a se manter fiel às fatias de melancia na sobremesa — sem sucumbir ao petit gâteau quentinho, molhado e doce de doer a garganta. Siga as estratégias a seguir e faça com que o emagrecimento deixe de ser um tormento diário para se transformar em um novo estilo de vida.

1ª SEMANA
VOCÊ ESTÁ MORRENDO DE FOME. MESMO

Supere isso... caprichando no café da manhã. Se durante os primeiros dias sua boca saliva até por um prato de chuchu, é porque ingerir menos calorias faz o seu corpo produzir grelina, hormônio responsável pela sensação de fome. Para reverter isso, capriche na porção de proteínas logo pela manhã. Uma pesquisa da Universidade Purdue, nos EUA, publicada no British Journal of Nutrition, revelou que ingerir mais proteínas na refeição matinal é capaz de multiplicar por quatro a sensação de saciedade durante o resto do dia. Por isso, reforce o cardápio com leite ou iogurte desnatado, omelete (só com as claras) ou um lanche de pão integral com queijo branco e duas fatias de peito de peru.

2ª SEMANA
O Reeducação alimentar DEIXA VOCÊ DESANIMADA E IRRITADA

Supere isso... encontrando seus amigos. Não é segredo que a dieta mexe tanto com seus nervos como com seu corpo. O stress gerado pela restrição alimentar representa duplo perigo. Primeiro, ele pode trazer de volta antigos hábitos alimentares. Segundo, aumenta a produção do hormônio cortisol, o que dificulta o emagrecimento. É quando você deve buscar o apoio dos amigos em sua cruzada contra a balança. Pesquisadores do Reino Unido descobriram que mulheres que fazem parte de grupos de emagrecimento se sentem menos estressadas do que as que tentam perder medidas sozinhas. "O apoio do grupo ajuda a dividir frustrações e trocar conhecimento sobre maneiras bemsucedidas de lidar com as mudanças", diz Mollie Smith, professora da Universidade da Califórnia, nos EUA. E tenha fé: se você chegou até aqui, em poucos dias o quadro ficará menos desesperador. "Depois de 21 dias, uma ação repetida torna-se um hábito", afirma a nutricionista Rovenia Brock, da American Dietetic Association.

3ª SEMANA
NA TPM VOCÊ DEVORA SORVETE COM BATATINHA

Supere isso... comendo com frequência. Nos últimos 14 dias do seu ciclo menstrual — a chamada fase lútea —, há um aumento no nível de progesterona. Nesse período, a serotonina, hormônio do bem-estar, diminui, junto com a endorfina e a dopamina, dois neurotransmissores responsáveis por ajudar seu corpo a combater o stress. Essa combinação deixa você tão simpática quanto a modelo (e troféu limão) Naomi Campbell. Além disso, a sensibilidade à insulina cresce, aumentando ainda mais seu desejo por comida. Nessa fase maluca, fracione sua alimentação em pequenas porções, tentando comer de 3 em 3 horas para estabilizar o nível de açúcar no sangue e reduzir a fadiga e o inchaço que tomam conta de você na TPM. Aposte em frutas com casca, como a maçã, ou barras de cereal, ricas em fibras. "Se a sua maior tentação é o chocolate, comer alimentos ricos em magnésio, como castanhas, cereais integrais e vegetais verdes, pode minimizar o desejo", afirma a endocrinologista Zuleika Halpern, membro do Comitê de Ética da International Association for the Study of Obesity.

6ª SEMANA
OS NÚMEROS DA BALANÇA NÃO MUDAM

Supere isso... experimentando um jeans justo. Com seis semanas de atividade física, você vai notar que tem mais músculos e menos gordura. Isso é bom, mesmo que o ponteiro da balança não se altere — ou mesmo suba. "Quem ganha massa muscular acaba aumentando de peso, pois as células do músculo absorvem muita água, como uma toalha molhada", diz Lucas Samuel Tessutti, membro do Laboratório de Bioquímica do Exercício da Unicamp, em Campinas (SP). Ainda que não pese menos, você está progredindo. Isso porque mesmo em repouso as células do músculo gastam mais calorias do que as de gordura — é o chamado metabolismo basal, que aumenta. Então, quanto mais músculos, mais calorias você gasta, mesmo quando não está malhando. Para diminuir a frustração, procure outras maneiras de medir seu progresso. Suas roupas estão mais confortáveis? Consegue conversar enquanto corre? Está mais feliz? Tudo isso conta tanto quanto a quantidade de quilos — ou mais.

6º MÊS
VOCÊ SIMPLESMENTE PARA DE EMAGRECER

Supere isso... variando o exercício. Você não está fazendo nada errado. A perda de peso diminui ou para depois de seis meses. O corpo desenvolve mecanismos de executar o mesmo movimento queimando menos calorias. Talvez seu corpo precise tirar uma folga antes de engatar a quinta marcha. "Esse é o princípio da adaptação. Como seu organismo já se acostumou com um exercício, a solução é variar o estímulo mudando o esporte", afirma o especialista em fisiologia do exercício Alan Marques, do Rio de Janeiro.

1º ANO
VOCÊ FICA CONFIANTE E PENSA QUE JÁ RESOLVEU SEU PROBLEMA


Supere isso... sabendo que o segundo ano é tão importante quanto o primeiro. Depois de um ano, a dieta saudável e a malhação já foram incorporadas à rotina. Mas isso não basta. Você pode facilmente cair na tentação de retomar antigos hábitos. Para não perder a linha, dê a si mesma uma recompensa ao marcar 365 dias de batalha. Uma joia, um day spa, enfim, qualquer agrado que a faça feliz. Depois, foque em novas metas. "Caso tenha corrido uma meia maratona, tente correr a prova completa no ano seguinte", diz Lona Sandon, porta-voz da American Dietetic Association. Se quer perder 10 kg, mas emagreceu 7, estabeleça uma meta sem números, como terminar uma prova de triatlo ou vestir um biquíni de lacinho. Ao completar mais um ano de hábitos saudáveis, os benefícios serão maiores. De acordo com um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition, quem mantém uma dieta consistente por dois anos tem 50% menos chance de voltar a ganhar peso. Se você já foi tão longe, por que desistir?

Revista Women's Health

domingo, 8 de maio de 2011

Feliz dia das Mães

Mãe... São três letras apenas

As desse nome bendito:
Também o Céu tem três letras...
E nelas cabe o infinito.

Para louvar nossa mãe,
Todo o bem que se disse
Nunca há de ser tão grande
Como o bem que ela nos quer...

Palavra tão pequenina,
Bem sabem os lábios meus
Que és do tamanho do Céu
E apenas menor que Deus!

Mãe (Mário Quintana)

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Receitinha Leve e saudável para o dia das Mães

 Famoso por ter ômega 3 e selênio (antioxidantes que fazem bem para a pele e o cabelo), o salmão não pode faltar na sua dieta. Cansada dele grelhado? Asse-o num pacotinho de alumínio. É prático e deixa o peixe macio e saboroso.

Papillote de salmão

Ingredientes
• 2 filés (300 g) de salmão
• Suco de 1/2 limão
• 1 dente de alho amassado
• 1 pitada de sal
• 1 col. (sopa) de shoyu light (molho de soja)
• 1/2 cebola média em rodelas
• 1 abobrinha italiana pequena em rodelas
• 8 tomates-cereja cortados ao meio
• 1 fio de azeite extravirgem
• Salsa picada
• 2 retângulos (20 x 25 cm)  de papel-alumínio (para o papillote)

Modo de fazer
Tempere o salmão com o limão, o alho,  o sal e o shoyu. Deixe marinar por 15 minutos. No centro de cada retângulo de papel-alumínio, coloque uma posta de salmão e metade da cebola, da abobrinha e do tomate. Regue com o azeite e polvilhe  a salsa. Dobre o papel como se fosse um embrulho, fechando bem as laterais. Leve ao forno preaquecido  a 180°C e deixe assar por 30 minutos. Sirva no próprio papillote.
Rende: 2 porções
Calorias por porção: 240
Preparo: 10 minutos
Pronto em:
55 minutos

 Brinde: veggie - Combate o inchaço
Ingredientes

• 10 fatias finas de pepino japonês
• 2 ramos de dill picados
• 1 sachê de adoçante
• 10 ml de suco de limão-taiti
• 10 ml de suco de limãosiciliano
• 1/4 de copo (50 ml) de chá de hortelã (feito com 5 folhas e 50 ml de água)
Modo de fazer

Encha uma taça com gelo e água para resfriá-la e reserve. Na coqueteleira, macere o  pepino, o dill e o adoçante até formar um purê. Adicione o suco dos limões e o  chá e agite com vigor. Tire a água e o gelo da taça e coloque a bebida, coando-a em uma peneira bem fina.  Decore com uma flor feita  com a ponta de um pepino ou com uma rodela de limão.
Rende: 1 taça

Calorias por taça: 30


Revista Boa Forma

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Princípios de uma reeducação alimentar bem sucedida


O processo de perda de peso é complexo e multifatorial. É comum associarmos o tratamento médico para perda de peso diretamente com as medicações anti-obesidade, o que não é em absoluto incorreto. Porém, mudanças no estilo de vida são fundamentais, municiando o processo de perda de peso com armas que aumentam as chances de sucesso do tratamento e, uma vez alcançada a perda de peso, aumentam também as chances de manter o peso alcançado. Essas mudanças incluem a prática de atividade física e a revisão e reformulação da alimentação do paciente, chamada simplesmente de “dieta” ou mais apropriadamente de “reeducação alimentar”.

Os princípios descritos abaixo têm por objetivo auxiliar  na implementação do processo de reeducação alimentar visando à perda de peso e consequente melhora global da saúde.

1-Fracionamento: quanto mais vezes comermos ao dia, melhor tende a ser o processo de digestão e armazenamento de energia pelo corpo, propiciando menor acúmulo de gordura. Quando comemos mais freqüentemente tendemos a comer menos e a sobrecarregar menos as principais estruturas do corpo envolvidas na digestão.

2-Moderação: Comer é fundamental, claro! Mas devemos evitar os extremos, o radicalismo. Comer em demasia não faz bem, assim como comer muito aquém das necessidades fisiológicas básicas.

3-Equilíbrio: Equilibrar, no sentido de balancear, os grupamentos alimentares básicos nas refeições também é importante. Não é recomendável alimentar-se apenas de proteínas e gorduras.
 
4-Calma: Realizar a refeição com calma, mastigando repetidas vezes, dando oportunidade do cérebro registrar a alimentação e saciar a fome.

5-Conhecimento: observar e aprender as características dos principais alimentos contidos no programa alimentar, assim como daqueles alimentos que eventualmente serão ingeridos. Por exemplo: valor calórico, quantidade e tipo de gordura, quantidade de proteínas e carboidratos.

6-Planejamento: Muitas vezes, para colocarmos em prática nosso programa alimentar, precisamos planejar com antecedência as refeições. No contexto da vida atual, poli-atarefada e com pouco tempo, ter a refeição pré-preparada é fundamental. Programe-se!

7-Adequação: A reeducação alimentar deve ser factível, deve ser possível e realizável no seu dia a dia, ou seja, deve ser adequada às suas demandas diárias. Por isso, o planejamento alimentar deve sempre ser personalizado.

8-Foco: O sucesso de um programa de reeducação alimentar, que proporcione perda de peso e melhora global da saúde, requer foco, concentração. No dia a dia é fácil esquecermos os princípios acima citados e simplesmente comermos “qualquer coisa” rapidamente, como os famosos “fast food”. A concentração aqui sugerida é no sentido de encararmos as refeições e o programa alimentar não como uma obrigação absoluta e inalcançável que inevitavelmente falharemos, tampouco como uma “dieta” pregada na geladeira que “qualquer dia eu começo” ou “segunda-feira eu começo”, mas como um processo contínuo que requer atenção e seriedade permanente para que as metas sejam alcançadas e mantidas.

9-Uma nova proposta: Percebemos que o sucesso do tratamento anti-obesidade e da reeducação alimentar estão, em geral, acoplados a uma mudança maior de comportamento. Quando este complexo comportamental está presente, um nível diferente de tratamento é alcançado. As motivações são maiores e um ciclo virtuoso se estabelece, favorecendo a perda de peso e uma vida mais saudável: “Alimento-me melhor; reduzo meu peso; faço atividade física regularmente; me sinto melhor; tenho mais vontade de me alimentar bem e controlar meu peso…”.

Espero que estes princípios auxiliem no objetivo maior, pois são resultantes de observações feitas diariamente na prática.
Mexa-se e faça o seu melhor!

Bruno Henriques Marques (médico endocrinologista)
Mutatis