quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Pela manhã, à tarde ou à noite: descubra qual é o melhor horário para você malhar

Você quer começar a malhar e até tem alguns horários em que poderia encaixar a academia, mas não sabe por qual optar? Saiba que tanto quanto estar motivado, escolher o turno ideal para fazer exercícios pode fazer a diferença entre o seu sucesso ou o fracasso nessa empreitada.

Segundo o professor da academia AeroStep, de Porto Alegre, Ronaldo Santos, cada pessoa rende melhor em determinadas atividades em um dos turnos do dia. Isso se explica pelo chamado ritmo circladiano, que determina se uma pessoa consegue, por exemplo, se concentrar mais nos estudos, pela manhã, à tarde ou à noite. Assim também funciona com as atividades físicas.

— A escolha por malhar em um determinado período é muito particular e tem a ver com o quanto a pessoa conhece o seu próprio corpo e o seu ritmo — explica.

Segundo o professor, independente do horário em que se opte por malhar é importante que alguns passos sejam sempre seguidos.

— Evite ir para a academia sem se alimentar ou após uma refeição muito pesada. O ideal é comer algo leve antes. No entanto, depois do treino, é essencial se alimentar bem para repor os nutrientes e ajudar o metabolismo a se recompor — destaca. Além disso, ele destaca que roupas confortáveis e tênis apropriados devem ser usados. è recomendado ainda que esteja sempre à mão uma garrafa de água, essencial para a hidratação do corpo durante os exercícios.

O especialista ressalta, no entanto, que, muitas vezes, em função da agenda apertada, as pessoas tenham apenas um momento do dia para fazer exercícios.

— Independente de ser o horário mais adequado ou não, o importante é não ficar parado. Malhar, longe de ser uma questão de estética é uma questão de saúde — alerta.

Abaixo, Ronaldo lista vantagens de malhar em cada turno.

— Pela manhã:

:: malhar pela manhã deixa a pessoa mais disposta para as tarefas que serão feitas ao longo do dia;

:: além disso, quem opta por malhar de manhã tem a vantagem de estar com o corpo descansado, após uma noite de descanso;

:: a motivação para malhar pela manhã, geralmente, é maior;

:: é importante que, antes de ir para a academia, seja feito um café da manhã e, logo após, um lanche.

— Pela tarde:

:: malhar no início da tarde é interessante para quem precisar de um "gás" para cumprir as tarefas que se concentram mais neste período do dia. Serve do motivação para trabalhar mais relaxado;

:: o horário da tarde, embora menos procurado, geralmente, é mais compensatório e é procurado por quem tem mais tempo para se dedicar à atividade física;

:: esse período serve como uma pausa na rotina. Se você tem um dia muito cansativo, pode ser uma opção para ter um tempo só para você;

:: para quem malha neste período é muito importante prestar atenção à alimentação. Malhar logo após o almoço ou de estômago vazio não é indicado.

— Pela noite:

:: bastante popular entre os frequentadores das academias, a malhação no período da noite serve, especialmente, para relaxar depois de um dia de trabalho ou estudo;

:: além disso, como a prática de exercícios libera endorfina, malhar neste período pode, inclusive, influenciar positivamente a qualidade do sono;

:: refeições muito pesadas após a academia neste período são desaconselhadas, pois elas podem, junto com a liberação da endorfina, atrapalhar o seu descanso.

BEM-ESTAR

Seguidoras, sábado tem post de Sorteio: Kit Emagrecedor, participem!!!!

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Saiba como suas unhas denunciam problemas de saúde


As unhas podem revelar uma quantidade surpreendente de dados sobre a saúde de uma pessoa. Médicos especialistas dizem ver muitas informações conforme o estado geral das unhas e as alterações na forma e cor.

Pode ser o primeiro sinal ou o último de uma doença interna. Alterações pulmonares, pólipos nasais, anemia, síndrome inflamatória do intestino e doenças do fígado, podem provocar alterações nas unhas.

Em alguns casos, essas alterações podem levar as pessoas a procurar assistência médica, com expectativa de trazer à tona, condições não diagnosticadas anteriormente. Em outros, o estado das unhas de um paciente vai ajudar o médico esclarecer o que está em jogo.

A saúde das unhas, se não houver nenhuma doença mais séria no organismo, agradece se você seguir essas dicas de alimentação:

· O enxofre é muito importante para a saúde das unhas, da pele e dos cabelos. 100gr de alho contem 70mg de enxofre.

· Inserir oleaginosas como amêndoas, castanhas, nozes no seu cardápio, faz bem pra saúde da pele, unhas, cabelos, pois são ricos em ômegas 3, 6,9, que aumentam saciedade e ricos em proteínas. Consuma de 3-4 unidades/dia. Mas, cuidado! Elas são calóricas. O ideal é consumi-las combinadas com frutas, pois diminuem a absorção de açúcar.

· Coloque na alimentação aveia, cevada, salsa, e etc que são ricas em silício (nutriente presente no colágeno, que é responsável por estruturação das cartilagens, tecido etc.).

· A linhaça fortalece unhas, dentes e ossos, além de tornar a pele mais saudável.

· As algas marinhas, por serem ricas em minerais, ajudam unhas fracas e quebradiças a crescerem, além de apagar manchas. A nori, alga utilizada na confecção de sushi, elimina bactérias.

· O estresse faz o cabelo cair e as unhas ficarem fracas, pois está intimamente ligado a estimulação do sistema imune. Durante a fase de estresse podemos aumentar o consumo de alimentos relacionados ao controle da imunidade, uma vez que no estado de stress as pessoas têm queda da imunidade:

o Ômega 3: salmão, sardinha, atum, linhaça

o Zinco: açafrão, gengibre

Exemplos de problemas de saúde que aparecem nas unhas

A cor base da unha de indivíduos saudáveis deve ser rosa claro. As que são brancas ou esbranquiçadas podem sugerir anemia ou alguma doença hepática.

Unhas brancas com ponta escura pode ser um sinal de envelhecimento, mas também pode ser sinal de insuficiência cardíaca congestiva, diabetes ou doença hepática.

Problemas renais são suspeitos em condição conhecida como meia-e-meia haste, em que a parte inferior da unha é branca, mas uma parcela para a ponta da unha é rosa.

Unhas azuladas podem indicar falta de oxigênio, sinal de uma pessoa pode estar sofrendo do pulmão. Unhas verdes podem sugerir infecção por Pseudomonas aeruginosa, uma bactéria que é comum no meio ambiente. Problemas respiratórios – como pólipos nasais e sinusite crônica - podem desencadear a síndrome das unhas amarelas, considerada rara.

Unhas espessas, disformes e turvas são geralmente sinal de infecção por fungo. Quanto mais cedo forem tratadas, melhor. É difícil de tratar.

A preocupação deve ocorrer se alguém desenvolve uma nova pigmentação nas unhas, assim como um novo sinal sobre a pele. Neste caso é melhor procurar um dermatologista para ver se é um melanoma ou se é apenas uma batida

Se notar uma mudança nas suas unhas, é razoável que vá verificá-la, mas não se preocupe sobre isso. Há muitas coisas que acontecem nas unhas que não têm nada a ver com quaisquer condições citadas no texto. Fotos podem ser acessadas no site da Clínica Mayo, dos EUA: http://www.mayoclinic.com/health/nails/WO00055

Fonte de informações sobre doenças que se expressam nas unhas: Newsletter Life Extension.

noticias.uol.com.br

terça-feira, 28 de setembro de 2010

O Poderoso suco de clorofila


Conheça o poderoso suco de clorofila que emagrece 2kg em três dias e ajudou Cleo Pires e outras famosas a ficarem mais magras.

Dona de uma silhueta invejável, Cleo Pires é referência de boa forma, beleza e disposição. O segredo da moça? Suco de luz do sol!

Trata-se de um poderoso tônico - desenvolvido pela chef e especialista em alimentação com vida Tiana Rodrigues -, que mistura ingredientes orgânicos nutritivos e grãos naturais.

O poder do suco
A bebida tira a fome, emagrece, elimina o inchaço, desintoxica o corpo, previne o envelhecimento precoce, melhora a digestão e o trânsito intestinal, aumenta o pique... Cleo, assim como outras estrelas da TV, compra o suco pronto no Universo Orgânico, no Rio de Janeiro, por R$ 6,90*. Mas nós ensinamos você a preparar essa maravilha em casa e secar até 2 kg em três dias.


A receita do suco de luz do sol

Ingredientes

- 1/2 pepino com casca
- 1 cenoura média ou 1/2 cenoura grande cortada
- 2 maçãs grandes ou 3 maçãs pequenas (de qualquer qualidade) picadas.
- 2 folhas de couve em fatias
- 1 colher (sopa) de semente de girassol
- 1 colher (sopa) de capim-limão ou erva-cidreira ou hortelã ou menta - as ervas devem ser frescas!

Como fazer

Modo de preparo 1
Passe todos os ingredientes na centrífuga, com exceção do girassol. Para facilitar o procedimento, intercale as folhas verdes com o pepino, a maçã e a cenoura. Em seguida, despeje a bebida no liquidificador, adicione as sementes de girassol e bata. Coe e beba.

Modo de preparo 2
Bata a maçã no liquidificador, usando, a princípio, o pepino como um socador. Em seguida, solte o vegetal e deixo-o bater com a fruta até virar suco. Agora coe. Em seguida, misture os ingredientes restantes ao líquido e bata no liquidificador. Coe e beba.

Rendimento: 500 ml (em média)
Calorias: 192

Como tomar

- Um vez ao dia, de manhã, tome o suco de luz do sol em jejum. Se preferir, pode ingerir a bebida ao longo do dia - porém, sem ter comido nada até 1h30 antes da ingestão!

- Quer perder até 2 kg rapidinho? A especialista em alimentação com vida Tiana Rodrigues, sugere substituir todas as refeições pelo suco de luz durante três dias. Vale ingerir até seis copos do suco diariamente. Entretanto, é importante consultar um nutricionista antes de dar início à dieta.

Atenção
Para aproveitar ao máximo todas as propriedades do suco, ingira a bebida até meia hora depois de prepará-la.

As propriedades do suco

Confira quais são os benefícios proporcionados pelos ingredientes da bebida

A mágica de cada ingrediente

Pepino
Diurético e rico em fibras, melhora o funcionamento do intestino e fortalece o fígado e os rins. O pepino também tem ação purificante, ajudando a eliminar a gordura da pele.

Cenoura
Poderosa fonte de vitamina A e betacaroteno, fortalece o sistema imunológico e combate o envelhecimento precoce, além de ajudar o corpo a ficar mais bronzeado.

Maçã
Contém fibras, vitaminas A, B e C, potássio, magnésio e fósforo. Com tantos nutrientes assim, ajuda a desintoxicar o organismo e a regular o funcionamento do intestino.

Couve
Fonte de vitaminas A, C, K, além de algumas do complexo B, a verdura também possui fibras que ajudam a saciar a fome. E ainda melhora o sistema imunológico!

Semente de girassol
Ômega 6 e 9 estão entre as gorduras poli-insaturadas que ajudam a controlar os níveis de colesterol e mantêm o corpo saciado por mais tempo.

Ervas
Com propriedades diuréticas, ajudam a eliminar o inchaço do corpo causado pela retenção de líquidos.

A incrível clorofila

Preferencialmente, o suco deve ser preparado somente com alimentos orgânicos. No entanto, se tiver que optar por apenas alguns ingredientes desse tipo, prefira que sejam as folhas verdes. Elas são ricas em clorofila, elemento que ajuda no processo de desintoxicação do organismo, melhora a circulação sanguínea, fortalece o sistema imunológico e beneficia o controle dos níveis de colesterol e diabetes.

VivaMais

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Controle a vontade de comer Doces


O combate deve ser diário e começar aos poucos, sem radicalismos.
Para não deixar que um plano de reeducação alimentar vá por água abaixo, a dica é afastar o pensamento negativo e não cogitar a possibilidade de abandonar a sua meta, seja ela equilibrar o ponteiro da balança ou seguir um cardápio mais saudável.
Alguns estudos apontam que o chocolate e outros tipos de doces provocam sintomas semelhantes à dependência das drogas, como sensação de bem-estar seguida de sentimento de culpa. Por outro lado, tal associação ainda não pode ser encarada como conclusiva, já que a falta de doces não acarreta outros problemas notados no uso de drogas, como no caso de sua abstinência.

“Deixando o pretexto da dependência física do açúcar de lado, invista em atitudes práticas para espantar a vontade. Se você tem o hábito de consumir doce diariamente, cortar a ingestão de vez não é uma boa idéia. Isso pode gerar uma sensação de privação excessiva, aumentando o risco de descontrole e levando à desistência do objetivo”, alerta a nutricionista.
1) Diminua a ingestão aos poucos: se você tem o hábito de ingerir açúcar todos os dias, passe a consumi-lo cinco vezes por semana. Reduza a rotina gradativamente, até atingir a meta de comer doce apenas uma vez a cada sete dias.
2) Faça um diário alimentar: registre os alimentos e a quantidade que ingere ao longo do dia, para identificar com que freqüência e o volume de doces que está consumindo.
3) Opte por alimentos menos calóricos e que apresentem nutrientes mais saudáveis. Substitua o chocolate do lanche da tarde por uma fruta ou por uma barrinha de cereais.
4) Faça substituições inteligentes: as frutas são sempre as melhores opções para substituir os doces. Gelatinas, pudins ou flans light também podem matar a vontade das sobremesas.
5) Não faça nenhum tipo de barganha alimentar: não pule refeições ou diminua as porções para, mais tarde, saborear uma farta sobremesa. Essa atitude só faz a fome acumular, favorecendo o descontrole alimentar.
6) Evite a estocagem de tentações: se a vontade for irresistível, coma apenas uma porção do seu doce preferido. Não faça estoque na despensa para não aumentar a tentação.
Nutrição Ativa

Lembrando que está acontecendo sorteio pelo twitter @rosbarbieri para os seguidores, é só seguir as regras e dar RT na mensagem do sorteio!

sábado, 25 de setembro de 2010

Sorteio no Twitter

Seguidor(a) do twitter @rosbarbieri está rolando sorteio por lá!
Participem!!!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Benefícios da Drenagem Linfática

Várias pessoas me perguntam sobre os benefícios da drenagem linfática, e ontem pelo twitter, minha amiga Lilian também tinha essa dúvida, este post é especial para vocês esclarecem suas dúvidas.

A drenagem linfática tem um lugar de destaque entre os tratamentos aplicados em Medicina Estética. Ela pode ser realizada isoladamente ou em associação com outros tratamentos. É um procedimento que auxilia o organismo num processo natural para drenar os líquidos que devem ser eliminados.

Seu benefício principal é evitar a retenção de líquidos no organismo, mas também melhorar a circulação sanguínea e aliviar dores. Sua indicação é para celulite, obesidade, pré e pós-operatório de cirurgias plásticas, varizes, inchaços da gestação, alívio nas dores musculares, pernas cansadas, na redução do edema da tensão pré-menstrual, etc.

A drenagem linfática é realizada com movimentos suaves de deslizamento dos dedos sobre a superfície da pele, seguindo um trajeto que acompanha os vasos linfáticos. Deve ser realizada por profissionais que realmente tenham um conhecimento de anatomia e do funcionamento do sistema linfático, pois se for realizada por mãos sem habilidade, pode trazer males ao organismo.

A finalidade da drenagem linfática é científica. Auxilia na redução de medidas por perda do líquido retido. Quando a pessoa faz regularmente drenagem linfática, ela se sente mais saudável, leve e desinchada.

Segundos os cirurgiões plásticos, a massagem é uma grande aliada no pré e no pós-operatório de cirurgias plásticas de abdômen, lipoaspiração, lipoescultura, mamoplastia ou plásticas faciais. Isso porque ela estimula o organismo a reagir eliminando os líquidos que causam o inchaço e os edemas. O resultado é uma recuperação muito mais rápida. Normalmente, o tempo das sessões da drenagem é de trinta e cinco minutos a cinquenta minutos e o ideal fazer a massagem de duas a três vezes por semana.

Procure uma bom profissional e sinta os resultados maravilhosos!

www.acessa.com

www.fiquelinda.com.br

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Quer queimar gordurinhas: Caminhe Forte!

Porta de entrada para a corrida, a caminhada intensa também traz benefícios para quem não tem pretensões de acelerar no asfalto, como possibilidade de queima de gordura e melhora no sistema cardiovascular .

Uma das atividades físicas mais acessíveis, a caminhada, é o berço de um futuro corredor e apaixonado pela corrida. Contudo, não são todas as pessoas que gostam ou podem optar pelas passadas mais rápidas. Algumas preferem mesmo é caminhar, seja na velocidade que for.

Entretanto, após alguns meses, o caminhante pode querer passar para um novo nível de dificuldade. Entra em jogo a corrida forte, ou intensa, que construirá grandes benefícios para os atletas, melhorando sua performance e o condicionamento físico. Porém, antes de partir para uma caminhada vigorosa, o atleta deve pensar em qual nível está e se seu corpo consegue acompanhar o exercício proposto, evitando problemas futuros.

Benefícios da caminhada intensa
O poder da caminhada forte consegue ser, algumas vezes, superior a própria corrida. Entre esses benefícios está o impacto da pisada, que é mais leve. Além disso, há outra diferença, como fala Miguel Sarkis, diretor técnico da Assessoria Esportiva que leva o seu nome e colunista do site O2 Por Minuto.

“Diferentemente da corrida, as passadas da caminhada saem por pouco tempo do contato com o solo, fazendo com que os músculos não descansem, já que o período aéreo é inexistente na caminhada. Com isso, os músculos conseguem uma melhora significativa, principalmente na contração de músculos como tibial anterior glúteos e quadrícipes”, diz.

Mesmo sendo um exercício confortável, a caminhada intensa proporciona a efetivação de efeitos gerados pelo impacto (piezoelétrico), que leva a uma maior absorção do cálcio, pelos ossos, além de melhora significativa no sistema cardiovascular.

A eliminação de peso também é um dos quesitos que faz o exercício físico mais atraente. Mesmo que a corrida seja um esporte completo, a caminhada forte é um dos melhores meios de eliminar gordura. “A maior parte das calorias eliminadas durante uma caminhada vigorosa está creditada, a gordura, bem diferente da corrida, que provoca a eliminação de grande quantidade de calorias, porém, a quantidade de gordura, percentualmente é menor”, afirma novamente Sarkis.

Bem significativa na perda de peso, a caminhada forte, para cumprir esta função, tem que ser aliada a uma alimentação equilibrada, já que necessita de um consumo controlado calórico e do conhecimento de um profissional na área de nutrição, que irá recomendar a melhor dieta alimentar.

Uma passada para a corrida
Mesmo que a vontade do atleta seja permanecer na caminhada, o corpo já estará em perfeita sintonia para encarar uma futura corrida. “Com a melhora da frequência cardíaca e da melhora das funções musculares, o esportista já estará apto para uma corrida leve a moderada. A caminhada é o melhor meio para uma vida longa na corrida”, afirma Júlio Coelho, diretor técnico da Equipe Júlio Coelho Assessoria Esportiva.

Contudo, há exercícios que podem melhorar o desempenho do atleta ainda na caminhada, fazendo-o andar mais rápido, em mais tempo, e até acompanhar lado a lado um trote. Exercícios como caminhar em subidas, descidas, além de descer e subir escadas são os principais meios de uma melhora de performance, não esquecendo da musculação, exercício essencial em qualquer esporte.
Revista O2

Resultado do Sorteio da Farinha de Feijão Branco

Ontem foi realizado o sorteio, confira:




Parabéns para a Cris do blog http://crisksilva.blogspot.com/

Em breve novos sorteios para as seguidoras.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Como não engordar 5 quilos em 1 ano

Você não precisa fazer grandes renúncias à mesa para perder peso. Nem para evitar engordar. Basta economizar 100 calorias ao dia para, ao longo de um ano, emagrecer ou deixar de aumentar de 4 a 5 quilos quilos. O cálculo é simples. 1 quilo de gordura corporal é = a 7 mil calorias consumidas a mais do que você deveria. Isso equivale a: 50 bifes de carne bovina, 44 fatias de bolo ou 40 barras de chocolate de 30 gramas!

A nutricionista Cristiane Mara Cedra, da Equilibrium Nutrição e Bem-Estar, ensina alguns truques para manter a boa forma sem sacrifício:

— Troque o salame (250 Kcal em 100 gramas) por peito de peru (93,1 Kcal).

— Substitua o queijo mussarela (281 Kcal em 100 gramas) por cottage (94 Kcal).

— Tome leite desnatado (83,8 Kcal em 200ml) ao invés de leite integral (122,8 Kcal).

— Beba refrigerante zero/light (0 Kcal em 200 ml) ao invés de refrigerante comum (85 Kcal).

— Coma bife grelhado (195 Kcal em 100 gramas) em vez de bife frito (297,12 Kcal).

— Prefira o peito de frango (159 Kcal em 100 gramas) à sobrecoxa (233 Kcal).

—Troque o molho branco (134 kcal em três colheres de sopa) por molho de tomate (23,6 kcal).

— Retire a pele e a gordura das carnes antes do preparo. Uma sobrecoxa com pele assada tem 260 kcal, enquanto uma sobrecoxa sem pele possui 233 kcal.

Agora confira as dicas da nutricionista Vanessa Leite para gastar 100 calorias a mais por dia:

Esqueça a comodidade do elevador e vá de escada. Cada minuto de subida gasta em média 14 calorias. Ou seja, cinco minutos de exercício fazem sumir 70 delas.

— Tenha uma vida mais ativa. Dê uma volta no quarteirão antes de ir para o trabalho ou voltar para casa. Um pequeno passeio de 10 minutos no bairro pode queimar 50 calorias.

— Levante-se da cadeira. Ao atender o telefone, por exemplo, prefira ficar de pé e ande um pouco. Ficar sentado queima 100 calorias. De pé, são 140 a menos. Logo, se por dia você conseguir ficar o equivalente a uma hora em pé, eliminará 40 calorias a mais.

Vida Saudável

OBS.
O Sorteio da Farinha de Feijão Branco foi realizado ao meio dia, mais tarde venho divulgar a ganhadora!

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Gengibre emagrece!

Aliado da perda de peso, ele transforma as calorias em energia. O máximo!
Os dias quentes estão chegando aos poucos e nessa época a palavra de ordem é hidratar! O suor excessivo por conta das altas temperaturas pede mais líquido para o organismo, e o que não faltam são opções gostosas pra você ficar bem. O chá gelado é uma delas. Esta receita do restaurante paulistano Mangalô leva gengibre, um fortíssimo aliado na luta contra a balança. “Ele tem ação termogênica que ajuda a transformar as calorias em energia para o seu corpo”, explica a nutricionista do restaurante, Carolina Geraissate.
O gengibre ainda melhora a circulação sanguínea, previne coágulos, tem ação antiinflamatória, antibiótica, antioxidante, estimulante e antidepressiva. Dá uma “turbinada” no seu ânimo, ótima pedida nas tarde de trabalho, por exemplo. Quem tem enjoos, enxaqueca, gripes, gastrite ou úlceras tem nesta planta um forte aliado também.

Chá gelado de gengibre e limão

Rendimento: 220ml
Ingredientes
>2 litros de água filtrada
>6 saquinhos de chá verde
>1 ou 2 pedaços grandes de gengibre
>1 maço de hortelã
>Suco de um limão peneirado
Modo de preparo
Descasque os gengibres e corte em pedaços grandes. Ponha-os numa panela grande com a água e leve ao fogo médio por 10 minutos. Retire do fogo e acrescente os saquinhos de chá e o maço de hortelã. Deixe esfriar totalmente, do lado de fora da geladeira. Quando o chá estiver em temperatura ambiente, passe por uma peneira para retirar o gengibre, as folhas de hortelã e os saquinhos de chá. Junte o suco de limão, adoce a gosto e leve para a geladeira. Sirva bem gelado com folhas de hortelã para enfeitar.
Revista Shape

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Atletas de fim de semana

Você só tem tempo para atividade física nos dias de folga? Então, saiba como aproveitar o período e evitar lesões

Finalmente chegaram o sábado e o domingo, e com eles a empolgação para colocar o tênis e ir para o clube ou parque mais próximo. Afinal, é preciso "compensar" o tempo em que esteve parada. Bom, se esse é o seu caso ou se você se animou com a idéia, conheça os prós e os contras de mexer o corpo apenas nesses dois dias. Quem explica é o fisiologista e especialista em esportes Paulo Roberto Correia.

Exercitar-se só nos fins de semana oferece riscos à saúde?

Para quem não tem outra oportunidade durante a semana e treina corretamente, não há risco algum. Pelo contrário, há um ganho de qualidade de vida. Entretanto, quem tenta fazer tudo o que não fez durante a semana, sem seguir uma conduta correta, se exercitar pode ocasionar desde uma simples contusão até morte súbita.

Quem está mais propenso a esses riscos?

Pessoas de vida desregrada, obesas, diabéticas, portadoras de hipertensão arterial, colesterol alto e que não fazem um check-up anual são as principais vítimas.

Há alguma orientação para quem só tem esse tempo livre para se exercitar?
O ideal é procurar profissionais adequados para isso. Saber se é apto à prática esportiva é o primeiro passo. Sendo assim, o cardiologista, o ortopedista, a nutricionista e o educador físico são os especialistas indicados. Já para os que sabem que podem se exercitar e não dispõem de orientador qualificado, a aquisição de um frequencímetro (equipamento que mede os batimentos cardíacos, usado em treinamentos físicos) é uma ótima conduta. Outra dica é fazer a atividade física dentro de uma freqüência cardíaca adequada (ver tabela abaixo).

Optar pela prática de esportes como futebol, vôlei ou tênis requer atenção especial?
Sim. Os esportes envolvem várias qualidades físicas para ser executado. No caso do futebol é necessário correr rápido em alguns momentos, ser forte para suportar os choques entre jogadores e ter a capacidade de saltar, além de correr em diversas direções rapidamente e por muito tempo consecutivo. Para "atletas" de fim de semana, certamente, será uma atividade de risco, mesmo que praticado moderadamente, pois o esporte exige todos esses esforços.

Quais as modalidades mais indicadas?

Caminhada, corrida, bicicleta e dança são mais adequadas para os praticantes de fins de semana. Isso porque são atividades regulares de fácil dosagem. Como foi dito antes, as desportivas, como futebol e basquete, exigem qualidade física (velocidade, força, flexibilidade, coordenação, etc.), obtida com mais empenho e treinos prolongados.

Qual o tempo ideal para obter um bom aproveitamento?

Se o seu organismo estiver funcionando bem, o tempo de atividade física ideal fica entre 30 minutos e uma hora.

Como as pessoas podem identificar o momento de moderar ou interromper os exercícios?
Há sintomas que requerem cuidados: tonturas, sono, movimentos descoordenados, dor de cabeça, visão turva, com brilhos ou dores específicas, denunciam que algo não está bem, o que requer a interrupção da atividade e investigação do ocorrido. Outro sinal é quando você percebe que essa prática deixou de ser prazerosa (isso só não pode ser confundido com preguiça).

Sabemos que o alongamento é imprescindível antes de qualquer atividade física. Como ele deve ser feito?

O ideal é se aquecer com uma caminhada de 5 a 10 minutos, seguida de exercícios de flexibilidade e alongamento, que favorecem a irrigação dos tecidos que estão inativos e o aumento da elasticidade e articulação dos músculos. Dessa forma, a pessoa fica menos propensa a se machucar durante o treino.

Exigir do corpo mais do que ele está preparado a oferecer pode gerar que tipo de problema?
Quando há abusos ou imprudências, os danos mais comuns para a musculatura são: tendinite (inflamação nos tendões por usá-los muito mais do que estão acostumados); distensões musculares (rompimento parcial ou total da musculatura), por executar movimentos que esse tecido ainda não suporta; entorses ou ruptura de ligamentos (joelho, tornozelo, ombro, etc.), pela exigência articular além dos limites habituais; fraturas ósseas por estresse ou quedas. Já na parte clínica, há desde complicações cardiológicas a problemas respiratórios que acometem muitas pessoas. No mínimo, as dores musculares já refletem o despreparo para o esforço.

Fazer atividades físicas moderadas apenas no fim de semana reduz pela metade problemas com obesidade, diabetes, hipertensão, estresse e ataques cardíacos. Procede tal informação?

Eu não seria tão afirmativo quanto aos 50%. Porém, quanto menos inativo (sedentário), mais distante a pessoa estará de tais males.

É mais vantajoso fazer exercícios apenas nesses dias da semana do que ser sedentário?

Correto. Exercitar-se é sempre importante, nem que seja apenas uma vez na semana. Lembre-se de que moramos num país de muitos feriados, o que possibilita aumentar a frequência da atividade física.

Revista Dieta Já

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

5 MANIAS QUE AUMENTAM A BARRIGA

A barriga é uma enorme preocupação, seja para homens ou mulheres. Quando a gente engorda, é a primeira parte do nosso corpo que começa a dar sinais de mudanças. Além disso, não há nada mais desagradável do que colocar uma roupa e aquela saliência ficar marcada, atrapalhando o seu visual. E a vergonha de colocar uma roupa de praia? Esqueça tudo isso! Descubra quais são as 5 manias que aumentam a sua barriga e delete-as da sua rotina!

Beber líquido durante a refeição
Tudo bem que a sensação que temos, quando comemos sem beber nada, é a de que vamos morrer entalados. Mas, pode ter certeza que você vai se acostumar e depois de um tempo, esta sensação vai embora. O problema deste hábito é que o excesso de líquidos durante as refeições dilui os sucos digestivos, propiciando a estagnação dos alimentos no nosso estômago. O resultado não poderia ser outro: muitos gases e uma dilatação do abdômen.

Comer poucas vezes
Muita gente pensa que o segredo para emagrecer é fechar, literalmente, a boca e ficar horas sem comer. Se você é adepta desta ideia, saiba que está cometendo um grande erro e o resultado que irá conseguir é uma barriga ainda maior. Sabe por quê? Quando deixamos para comer apenas nos momentos de muita fome, quando o organismo já não está mais aguentando ficar sem um “combustível”, acabamos consumindo uma maior quantidade de alimentos do que o normal. Isso causa um aumento instantâneo do estômago.

Comer rápido
Quando a boca não pensa, o estomago é que padece. Tudo bem que o ditado não é bem esse, mas é exatamente isso que acontece. Quando comemos muito rápido, o estômago acaba ficando sobrecarregado e não consegue dar conta de sua função, que é digerir os alimentos. Por isso, alguns nutrientes mais difíceis de serem digeridos, como a gordura, acabam ficando mais tempo do que o normal ali dentro. O segredo é mastigar bastante e se dar o prazer de fazer uma refeição tranquila.

Feijão em excesso
Este é um dos alimentos prediletos da maioria dos brasileiros. Quando pensamos em uma refeição, logo nos vem à cabeça a dupla “arroz e feijão”. O problema é que o feijão, apesar de ser rico em ferro e prevenir a anemia, como sua avó cansa de falar, causa gases, ou seja, deixa a sua barriga completamente dilatada. A única saída é cortá-lo da sua dieta? Não! Mas, evite comê-lo à noite.

Excesso de sal
Aquela mania de colocar um pouquinho mais de sal em tudo quanto é comida, é fatal! O sal retém líquido e, consequentemente, aumenta a celulite e dá barriga. Vale lembrar que não estamos falando apenas do sal em si, mas também de alimentos ricos em sódio, como condimentos, azeitonas, enlatados.

Cuide-se! Faltam menos de 100 dias para o verão!

Sua Dieta

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

O que pode estar atrapalhando a sua dieta?

Emagrecer já não é fácil quando se segue a dieta direitinho, imagina então quando a gente comete alguns erros. O problema é que muitas vezes não sabemos nem que estamos errando e muito menos onde está o erro.

A nutricionista Luana Grabauskas, do Equilibrium Consultoria, conta que o engano mais comum é o jejum prolongado.

"Ficar horas sem se alimentar acaba deixando o metabolismo mais lento o que facilita os estoques de gordura, além de aumentar a fome na próxima refeição". Outro engano bem frequente é excluir um grupo alimentar como os de alimentos fontes de carboidratos da dieta. "Nesse caso o emagrecimento até ocorre, mas é as custas de massa muscular, ou seja a redução maior é de músculos e água e não gordura, já que o organismo acaba utilizando a musculatura como fonte de energia".

Alguns alimentos enganam, muita gente acha que eles são aliados, mas na verdade eles acabam atrapalhando se usados de forma equivocada. Luana dá como exemplo sucos com mais de três frutas ou consumo exagerado de linhaça. "Fruta é um excelente alimento rico em fibras e muitos nutrientes, mas no caso dos sucos o excesso em uma única refeição é prejudicial, pois a fruta além de ter calorias, possui a frutose que quando consumida em exagero pode facilitar o acúmulo de gordura. Já a linhaça é rica em fibras que ajudam na regulação intestinal e no controlar do apetite. Mas não adianta consumir linhaça de forma exagerada, o excesso pode interferir na absorção dos nutrientes. O ideal é consumir apenas duas colheres de sopa de farinha de linhaça por dia, adicionada em saladas, sucos, frutas etc".

As vezes é complicado notar que está errando na maneira de conduzir o regime. A nutricionista explica que alguns sintomas podem demonstrar isso: por exemplo, se a pessoa se sentir fraca, ter queda de açúcar no sangue ou ter queda de pressão. Para reverter uma dieta errada, a melhor opção é procurar ajuda profissional. De acordo com Luana, o profissional poderá indicar a melhor maneira de fazer uma dieta.

Confira algumas dicas bem práticas dadas pela nutricionista:

O que NÃO funciona
- Ficar mais de 3 horas sem se alimentar

- Excluir um grupo de alimentos como os carboidratos da dieta

- Comer apenas frutas: o organismo necessita de todos os grupos alimentares, e a redução desses nutrientes gera prejuízos ao nosso corpo.

- Exagerar no consumo de doces e carboidratos de farinha branca: esses alimentos estimulam a produção de insulina o que facilita o acúmulo de gordura.

- Consumir frituras: Possuem boas doses de calorias

Primeiros passos para uma dieta de sucesso
- Realize refeições a cada 3 horas;

- Substitua pães, arroz branco, massas, bolachas por carboidratos sempre integrais;

- Modere no consumo de carne vermelha;

- Modere no consumo de doces;

- Prefira as preparações grelhadas, assadas ou cozidas;


- Substitua leite e iogurtes integrais por desnatados;

- De preferência a queijos brancos;

Vila Mulher

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Como escapar da epidemia de obesidade

Nunca antes na história deste país os brasileiros foram tão gordos!

Uma pesquisa divulgada há poucas semanas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que o excesso de peso atinge 48% das mulheres brasileiras e 50,1% dos homens acima dos 20 anos.

Entre as crianças entre 5 e 9 anos, 30% sofrem com sobrepeso, enquanto o índice é de 20% entre os jovens de 10 a 19 anos. Os números do estudo, realizado com 188,4 mil pessoas, dão a dimensão de uma epidemia silenciosa que abre caminho para mais de 30 doenças, como diabetes e hipertensão.

O pior é que, se a população não mudar os maus hábitos, a realidade tende a se agravar. No ritmo atual, em 10 anos 30% da população estará acima do peso adequado, mesmo índice dos Estados Unidos, onde a obesidade é hoje um grave problema de saúde pública.

Na raiz dessa epidemia estão o sedentarismo e uma alimentação rica em açúcares e gorduras e pobre em nutrientes. Segundo a última Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), realizada pelo IBGE entre 2002 e 2003, os brasileiros estão substituindo o tradicional arroz e feijão por comida pronta ou processada. Para complicar, apenas 10,2% da população com 14 anos ou mais se exercita regularmente.

Para fugir das estatísticas de quilos extras, não há outra maneira que não controlar a alimentação e praticar atividade física. Às vésperas do verão, as academias costumam lotar, quando o objetivo é afinar o silhueta para ficar bem na roupa de praia.

Mas uma vida saudável só se conquista com bons hábitos o ano inteiro. Para ajudar você nessa missão, o Publications International e o How Stuff Works elaboraram sugestões para uma vida saudável. Confira.

1: Siga um programa regular de exercícios
Uma caminhada rápida de 30 minutos queima algo em torno de 1,5 mil calorias por semana, ou seja, 78 mil calorias por ano. Exercícios cardiovasculares são excelentes para o coração e pulmão, mas adicione à sua rotina uma ou duas sessões semanais de musculação para tonificar seus músculos.

2: Tenha um parceiro de treinos
Saber que alguém está esperando você para treinar já é um motivo e tanto para não faltar. Além disso, o treino é, sem dúvida, bem mais agradável quando se pode também conversar.

3: Movimente-se enquanto trabalha
Levante-se e caminhe um pouco nas suas “paradas” dentro do escritório. Quando em frente ao computador, sente-se corretamente.

4: Faça pequenas refeições durante o dia
É melhor comer seis pequenas refeições durante um dia inteiro do que três grandes refeições. Você sentirá menos fome e o seu metabolismo trabalhará mais acelerado.

5: Hidrate-se
Beba, no mínimo, oito copos de água durante o dia. Isso não inclui café, refrigerante ou suco.

6: Tome sempre um bom café da manhã
Pular o café da manhã é um método que muita gente utiliza quando quer emagrecer. Mas estudos já comprovaram que pessoas que tomam café da manhã regularmente têm menos chance de se tornarem obesas.

7: Não polua o seu corpo
Evite o cigarro, excesso de álcool e drogas ilegais. Tudo isso faz mal e pode inibir a perda de peso.

8: Abandone as frituras
Opte por assar ou grelhar a sua comida. A fritura só acrescenta calorias desnecessárias à comida.

9. Proteja-se do sol
O câncer de pele é o tipo mais comum de câncer. A exposição ao sol é o principal fator de risco. Use sempre bom protetor solar.

10: Cuide das emoções
Se você estiver emocionalmente mal, seu sistema imunológico ficará mais vulnerável e, você, mais suscetível a doenças. Não ignore o que quer que esteja passando em seu coração e mente. É saudável reconhecer suas emoções e buscar o equilíbrio.

11: Seja menos estressado
O estresse pode causar ou agravar muitas condições de saúde. Então, não se aborreça por qualquer coisa.

12: Priorize o sono
Uma noite mal dormida causa estresse e aumenta os níveis de cortisol e insulina no corpo, tornando mais difícil a perda de peso.

13: Curta a vida
Embora seja importante ter um bom emprego e assumir responsabilidades, a vida precisa ser desfrutada. Ria de si mesmo e divirta-se o mesmo tanto que você trabalha!

Vida Saudável

Para não perder o ritmo!

No Blog da Mili ! Tem um relato sobre corrida, quer começar a correr ? Dê uma passadinha lá e Ótima semana e nada de desânimos! http://aqueleemquetudocomecou.blogspot.com/2010/09/para-nao-perder-o-ritimo.html

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

A malhação fica de lado por causa da agenda apertada? Saiba como resolver o problema

Organize seu tempo

Você está matriculada na academia e todos os dias se programa para malhar. Mas chega na hora e você sempre se lembra de um compromisso mais importante. Nesses casos, não tem problema: a malhação pode esperar, certo? Errado! Os exercícios físicos - e todos os outros cuidados pessoais - também devem ter um horário reservado na sua agenda. Um estudo da Universidade McMaster, no Canadá, revelou que poucos minutos de ginástica diária também podem trazer muitos benefícios para a saúde e para as curvas. Aproveitar o tempo, por menor que ele seja, para botar a malhação em dia é superválido. Mas se, mesmo assim, você ainda estiver com problemas para fazer tudo o tem que ser feito e ainda ir à academia, tudo bem! Ajudamos você a solucionar esse quebra-cabeça.

Como planejar o dia

Segundo Christian Barbosa, especialista em administração do tempo, planejar o dia ajuda você a encontrar tempo para fazer o que precisa - e isso inclui a atividade física. "Priorize apenas aquilo que será feito. As possibilidades devem ficar de lado", aconselha. Para que o planejamento funcione e não seja mais um desperdício, é preciso assumir um compromisso com você mesma e, para isso, incluir atividades de lazer e que deem prazer é fundamental. "Saber o que você faria se tivesse mais tempo coloca você na direção certa. A resposta - seja viajar ou ficar com os filhos - é a sua meta, ou seja, coisas que você deve arranjar tempo para fazer", explica.

Como driblar os imprevistos

Se os imprevistos são os grandes culpados por grande parte das suas faltas na academia - e até em outros programas -, você pode aprender a driblá-los sem muitas dificuldades. A primeira lição é não agendar mais compromissos do que você pode cumprir. A segunda é sempre reservar um espaço para os imprevistos. E, se eles aparecerem ao longo do dia e o tempo reservado não for o suficiente, não tem problema. Sabe a lei da compensação que funciona na dieta? Funciona aqui também! "Quando organizo meu dia, sempre deixo espaço para eventuais problemas. Caso não seja suficiente, faço uma hora extra, por exemplo", diz Christian.

Rotina? Nem pensar!

Planejar o dia ajuda você a usar seu tempo de uma forma melhor. Mas cuidado para não confundir organização com rotina. Para isso, é fundamental que o planejamento não vire paranoia - afinal, tudo bem deixar a agenda para lá uma vez ou outra. "A neurose sempre faz mal. Então, recomendamos flexibilidade: planejar apenas 70% do dia e incluir atividades que você curta é importante", diz o especialista.

Para não deixar a atividade física de lado

Aqui, o objetivo é encontrar tempo para a malhação. No entanto, antes de rever a sua rotina, você precisa achar o incentivo necessário para levar seu projeto adiante. Afinal, não adianta descolar aqueles minutinhos preciosos e, mesmo assim, encontrar novas desculpas para abrir mão da ginástica. Para começar, você deve encontrar uma atividade que dê a você prazer. "Se você odeia caminhar, não perca seu tempo na esteira. Você vai desistir logo dos treinamentos", exemplifica Christian. A hora que você escolhe para malhar também influencia no seu empenho. Segundo o especialista, horário vagos entre trabalho e faculdade ou após o expediente não são as melhores escolhas. "A manhã é uma ótima opção. Acordar mais cedo dá ânimo para aguentar o dia", explica. Além disso, outro truque que pode ajudar na hora de se manter firme na malhação é encontrar um companheiro fiel para a tarefa - e pode ser até seu cachorrinho de estimação, sabia?

Revista Boa Forma

sábado, 11 de setembro de 2010

Sorteio: Farinha Feijão Branco

Atendendo a pedidos...mais um sorteio:

NÃO ESQUEÇAM DAS REGRAS !!!

Quer ganhar um pote de 100g de Farinha de Feijão Branco auxiliar sua Reeducação Alimentar ???
Regras:

1- Ser Seguirdor(a) do Blog
2-Deixar comentário com seu nome, e-mail endereço do blog(se tiver) e cidade dizendo que quer participar do sorteio.
3- Morar no Brasil ( desculpem minhas amigas de fora)

O Sorteio acontecerá dia 22/09/10

Benefícios do Feijão Branco:

Farinha de feijão branco aumenta a saciedade, mas consumo deve ser moderado

Rico em fibras e proteínas, ele é um aliado da sua dieta

As propriedades do feijão branco colocaram este alimento na lista dos mais procurados por quem quer perder peso ou enfrenta uma dieta restritiva. Mas porque esse alimento ganhou fama tão repentina? Sua farinha promete favorecer o emagrecimento e a redução dos níveis de açúcar no sangue. "A responsável é a proteína presente nesse feijão, a faseolamina, que inibe a absorção de glicose (amido) pelo organismo, sendo importante para o controle do diabetes", explica a nutricionista Renata Ramos, da Universidade Unisinos.

Entretanto, por ser uma proteína, a faseolamina é desnaturada quando cozida. Sendo assim, para aproveitar ao máximo os benefícios desse alimento, a melhor maneira de consumi-lo é na forma de farinha. Para obter essa consistência, após lavar e secar o feijão, bata-o no liquidificador, peneire e conserve em geladeira.

Emagrece mesmo?

Os benefícios da farinha de feijão branco para a dieta estão relacionados, principalmente a quantidade de fibras que carrega. "As fibras são parte essencial do bom funcionamento do intestino e ajudam a dar uma maior sensação de saciedade, importante para o emagrecimento", explica a nutricionista da Unisinos, no Rio Grande do Sul. Além da farinha, Renata defende o consumo de todos os tipos de feijões, pois são ricos em fibras. "O feijão é uma das principais fontes de fibras encontrada no cardápio da dieta popular do brasileiro". "Considero o feijão melhor do que a soja, pois, apesar de não possuir as isoflavonas, ele é mais versátil e já caiu no gosto do brasileiro".

Ela tem o poder de inibir enzimas responsáveis pela disgestão e absorçãode carboidratos (como pães, massas, batatas, arroz, doces e etc.) Ajuda a reduzir as taxas de glicose permitindo que a fome fique sob controle. Com menos fome, seu organismo vai buscar energia nos estoques de gordura do abdômen. para completar, ela também regulariza o trânsito intestinal, ajudando e mandar embora os excessos consumidos.

Minha Vida
Revista Emagreça Já

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Alimentação para combater as Grandes Vilãs das Mulheres: celulite, flacidez e gordura localizada

Uma alimentação saudável e equilibrada fornece todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo. E a saúde do corpo reflete na pele, nos cabelos e unhas. Muitos cosméticos e tratamentos estéticos surgem a cada ano para amenizar tormentos femininos como flacidez, celulite e gordura localizada, mas um efeito real só ocorre com mudança de hábitos alimentares.

A nutricionista caxiense Vanessa Cavagnoli, especialista em nutrição esportiva e clínica estética, explica como melhorar aspectos estéticos por meio da alimentação e revela receitas que costuma prescrever a seus pacientes.

FLACIDEZ
O que é
: enfraquecimento das fibras elásticas e de sustentação da pele ou da musculatura.
Áreas mais afetadas: braços (principalmente no tríceps, o temido tchau-tchau), pernas, glúteos, abdômen e rosto.
Causas: efeito sanfona de engorda e emagrece, obesidade, sedentarismo, herança genética, tabagismo, álcool.
O que comer para tratar ou prevenir: alimentos ricos em proteína, como carnes magras, leite desnatado, iogurte, clara de ovo, whey protein (proteína do soro do leite). A proteína aumenta a produção de colágeno, cujas fibras proporcionam sustentação e elasticidade à pele.
O que evitar: alimentos com alto teor de gordura, pois provocam a quebra das fibras de colágeno.
Que atividade física praticar: exercícios aeróbicos para auxiliar na queima de gordura e musculação para definir e fortalecer a musculatura.

GORDURA LOCALIZADA
O que é:
acúmulo de gordura em determinadas regiões do organismo.
Áreas mais afetadas: culotes, bumbum e coxas.
Causas: aumento de peso, sedentarismo, herança genética, alteração hormonal.
O que comer para tratar ou prevenir: alimentos ricos em fibras, como verduras, frutas e cereais integrais, além de beber muita água para melhorar o trânsito intestinal.
O que evitar: alimentos ricos em gordura, refrigerantes, doces e alimentos refinados, como pão branco. Que atividade física praticar: exercícios aeróbicos, musculação e ginástica localizada. A gordura nos culotes é a mais difícil de tratar porque as fibras musculares dessa região são pouco demandadas durante a atividade física.

CELULITE
O que é
: inflamação ao redor das células de gordura que comprime os vasos sanguíneos, dificulta a entrada de oxigênio e dá à pele aspecto de casca de laranja.
Áreas mais afetadas: culotes, bumbum e coxas.
Causas: aumento de peso, sedentarismo, herança genética, tabagismo. O cigarro compromete a circulação. E esta, quando deficiente, potencializa o aparecimento de celulite.
O que comer para tratar ou prevenir:
Arroz integral: contém fibras, vitaminas do complexo B e minerais que favorecem o bom funcionamento do intestino.
Aveia: rica em silício, reorganiza as fibras de sustentação dos tecidos e previne os furinhos na pele.
Folhas verdes escuras: melhoram a circulação e desintoxicam o organismo.
Maçã: é fonte de pectina, um tipo de fibra que neutraliza toxinas do organismo.
O que evitar: bebidas alcoólicas e alimentos com muito sal, pois aumentam a retenção de líquidos, frituras, refrigerante, café, tabagismo.
Que atividade física praticar: exercícios aeróbicos, pois, além de combater a gordura, ajudam a drenar o líquido acumulado entre as células, e musculação para melhorar a sustentação da pele.

Vida Saudável

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Aprenda a escolher o tipo de arroz ideal para a sua dieta diária

Nutricionista explica os benefícios de cada tipo do grão

O arroz, assim como o feijão, é figurinha fácil na culinária brasileira. De tão democrático, o grão frequenta desde as cozinhas mais simples até as mais requintadas. Tanto que uma pesquisa no Google com a expressão "receita com arroz" rende aproximadamente 1,19 milhões de resultados. Para a nutricionista e especialista do consultório Bem-estar, Julia Dubin, no entanto, algumas pessoas têm dúvida na hora de escolher o tipo ideal a sua dieta.

— Há muitas opções, e as pessoas desconhecem os benefícios que esses grãos podem trazer à saúde — argumenta.

Para a nutricionista, no entanto, a presença tão frequente do arroz na cozinha dos brasileiros se justifica por diversos fatores.

— O arroz é rico em amido, sendo uma ótima fonte de energia. Além disso, ele fornece ferro, vitaminas B e proteínas ao organismo, além de ser relativamente barato e versátil na hora da preparação de diversas receitas — explica.

Julia preparou uma lista com os benefícios que os tipos mais comuns de arroz trazem à saúde dos consumidores. Segundo ela, o alimento pode fazer parte das refeições diárias, sem maiores restrições.


Confira a lista que diferencia cada um dos tipos de arroz:

Arroz selvagem

É pobre em gorduras e rico em proteínas e fibras. É também uma boa fonte de potássio, fósforo e vitaminas. Seus grãos são escuros e seu comprimento é três vezes maior que o do arroz comum.

Arroz integral

Ele mantém a camada externa do grão, por isso é integral. Ele é rico em vitaminas do complexo B e fibras, aumentando a sensação de saciedade e auxiliando no emagrecimento.

Arroz branco

É o mais utilizado pelos brasileiros, sendo rico principalmente em amido (cabriolarmos). Porém por não conter fibras em sua composição, ele aumenta os picos de açúcar no sangue.

Arroz parbolizado

É mais recomendado que o arroz branco, pois mantém as vitaminas do complexo B, porém perde as fibras com a remoção da casca.

Arroz Arbóreo

Geralmente, ele é utilizado no preparo de pratos especiais como risoto. O grão contém bastante amido. No entanto, é uma variação do arroz muito pobre em minerais ou fibras.

BEM-ESTAR

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Personal trainer dá sete dicas para driblar o sedentarismo no dia a dia

Segundo a Organização Mundial da Saúde: "O sedentarismo vem crescendo de forma alarmante no mundo inteiro, deixando de ser uma preocupação meramente estética para se transformar num problema grave de saúde pública, numa epidemia global."
. Quais as consequências do sedentarismo?
- Obesidade;
- Perda da massa corporal;
- Encurtamento muscular;
- Má postura;
- Pressão alta;
- Cansaço;
- Baixa resistência orgânica;
- Dores articulares;
- Dores musculares após o esforço;
- Altos níveis de stress;
- Doenças cardíacas

Você sente que, no correria do dia a dia, tem cada vez menos tempo para se exercitar e que seu corpo dá alguns sinais de que está sem tanto fôlego como antes? Grande parte das pessoas se queixa do problema e de se sentir muito sedentária. Segundo o personal trainer e especialista do Consultório Bem-estar, Márcio Soares, esses relatos estão intimamente ligados o estilo de vida contemporâneo.

— As pessoas estão naturalmente mais preguiçosas pois, hoje em dia, não precisamos nem ir até à TV para trocar de canal, pois o controle remoto faz isso para nós, o vidro do carro é elétrico, os portões são eletrônicos, temos escadas rolantes e elevadores. Além disso, as pessoas utilizam carro para ir a locais muito próximos e percorrer distância muito curtas. E, é claro, tem a internet também que encurta distâncias, mas nos deixa presos na frente da tela do computador. Dessa maneira, a vida moderna nos estimula a nos exercitarmos menos — argumenta o especialista.

Para Soares, no entanto, essas facilidades não justificam que as pessoas estejam tão sedentárias.

— É preciso que haja uma reflexão nesse sentido, que as pessoas queiram melhorar e mexer o corpo, pelo próprio bem da saúde delas — enfatiza.

Tem dúvidas sobre exercícios físicos? Sobre como escolher o tipo ideal para você? Mande sua pergunta para o Consultório Bem-estar e Márcio irá respondê-la.

Apenas a mudança de hábitos corriqueiros já pode indicar um primeiro passo rumo a novos hábitos e ao entendimento do que seja uma vida mais saudável. Soares defende ainda que pequenas atitudes no dia a dia podem significar maior bem-estar.

O personal trainer preparou um lista com dicas práticas para você fugir do problema. Ele ressalta, no entanto, que todo exercício físico deve ser feito somente após a consulta a um especialista.

— Muitas pessoas decidem fazer uma determinada atividade física por conta própria. O grande risco que se corre é que, caso ocorra alguma lesão, ela possa ter problemas clínicos sérios, o que pode até ser irreversível — explica.

Confira as dicas:

:: Evite elevadores:

Subir as escadas do seu prédio, do seu trabalho ou de locais que você frequenta regularmente pode agir de forma benéfica em diversas frentes. Auxilia no sistema cardio-respiratório, além fortalecer a musculatura das coxas, pernas e glúteos.

:: Atenda aos apelos para participar da ginástica laboral da sua empresa

A ginástica laboral oferecida por algumas empresas é um bom momento para que você faça, assistido por um profissional, exercícios de alongamento que podem, além de suprir a necessidade do corpo de se movimentar, aumentar a sua rentabilidade no trabalho, já que uma pausa é sempre bem-vinda.

:: Ande menos de carro ou de ônibus:

Se você acordar vinte minutos antes do normal, pode ir para o trabalho, ao mercado, à escola a pé? Então, faça-o. Além de não ter que se preocupar com o trânsito, você estará se exercitando e pode aproveitar a caminhada para espairecer.

:: Caminhe, nem que seja apenas na sua folga:

Caso não seja possível fazer caminhadas durante a semana, mesmo que seja só para ir e voltar do trabalho, use sua folga para caminhar um pouco. Nem que isso ocorra uma única vez por semana. Essa pequena iniciativa pode trazer inúmeros benefícios para você.

:: "Qualquer exercício é melhor do que nenhum":

Se você não tem tempo para se exercitar todos os dias, mas pode fazê-lo em um ou mais momentos durante a semana, faça-o. Qualquer exercício ou atividade física é melhor que nenhuma. Mas cuidado para não querer recuperar todo o tempo perdido em um único treino semanal, use seu bom senso e nunca exija demais do corpo nas atividades.

:: Leve o cachorro para passear:

Além de curtir um momento com o seu animal de estimação, uma simples caminhada fará muito bem para o seu condicionamento físico e também do seu bichinho. Tem muita gente que inclusive corre junto com o seu cachorro, dependendo da raça eles são ótimos em dar o ritmo na corrida.

:: Convide os amigos para praticar um esporte coletivo:

Há várias críticas ao hábito que muitas pessoas têm de encontrar os amigos uma ou duas vezes por semana para praticar algum esporte coletivo, geralmente, o famoso futebol. Se esse exercício vier associado a um momento de confraternização e de liberação do estresse, sem que o corpo seja exigido de mais, ele será bastante benéfico. A única ressalva é que, frequentemente, depois do jogo são feitas refeições muito pesadas e que são acompanhadas de bebidas alcoólicas, o que não é aconselhado.

Além de estar dentro da liberação de estresse, integração, fazer amizades, os esportes coletivos são uma boa pedida, e temos alguns exemplos além do futebol como vôlei, basquete e outras opções, procure o que melhor se adapta com você.

BEM-ESTAR

ro@romassoterapeuta.com

@rosbarbieri

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Fome e Saciedade: Uma Relação Complicada


A fome é normal e bem vinda. Nada como comer com fome. Tudo parece mais gostoso e atrativo. É exatamente porque sentimos fome que protegemos nossos estoques de energia e mantemos nossos níveis de açúcar dentro de uma faixa normal, para atender às nossas demandas. Três ou quatro horas depois de uma refeição, à medida em que nossos níveis de açúcar no sangue começam a cair, ocorre um estímulo progressivo aos centros neurológicos da fome no cérebro e buscamos comida. Respeitar esse tempo entre uma refeição e outra é nosso principal aliado para sentirmos 'uma fome normal'.

Há uma crença equivocada de que a sensação de fome está alterada nas pessoas que comem muito e/ou que são obesas. Muitas delas chegam aos consultórios desejosas de tomarem algum medicamento que 'corte' a fome. A crença é de que essas pessoas têm mais fome do que as demais pessoas que comem menos. Grande equívoco. As pessoas que comem mais e/ou são obesas têm na realidade uma grande falha nos sinais de saciedade. Ou seja, comem, não se sentem saciadas e continuam comendo. Mesmo assim, muitas vezes, até interrompem a refeição, mas mediante um grande esforço, pois comeriam muito mais se pudessem.

É natural e corriqueira a ligação de fome à ansiedade. Nesses casos, comemos automaticamente ou regidos por impulso. Isso não é fome. Nessas ocasiões, geralmente, comemos alimentos que gostamos muito, que causam prazer. Muitas pessoas dizem acalmar-se ao ingeri-los. O consumo de alimentos pouco palatáveis nessas ocasiões ou o impulso de comer alimentos que nem apreciamos já se configura num quadro mais grave de ansiedade e a possibilidade da ocorrência de compulsão alimentar. Isso tanto é verdade que, nesses casos, é equivocada a utilização de medicamentos para abolir a fome, pois as pessoas continuam a comer compulsivamente guloseimas e a beliscar, passando a abolir o que é mais importante, as refeições básicas.

Além da ansiedade, a fome está associada às alterações do humor. Encontramos quadros de depressão, onde os pacientes aumentam muito o consumo de alimentos, mas os casos mais graves estão relacionados à total inapetência e perda de peso. Essas formas de doenças psiquiátricas que influenciam os sinais de fome e saciedade revelam claramente o perfil anormal do apetite e sua nítida diferença das formas normais de fome.

Vamos treinar a saciedade
Uma vez que ganho de peso e obesidade estão relacionados muito mais com sinais de saciedade comprometidos do que com fome excessiva, precisamos treinar alternativas para melhorar nossa saciedade. Veja a seguir o que a equipe de Nutrição do Citen sugere:

(1) Coma devagar - os sinais de saciedade são exercidos por substâncias químicas liberadas pelas células do trato digestivo que, como hormônios, são liberados na corrente sangüínea e alcançam os centros cerebrais que regulam fome e saciedade. Quando comemos muito rápido, simplesmente não damos tempo para que isso ocorra ou quando essas substâncias alcançam o cérebro, já estamos com o estômago muito cheio;

(2) Faça refeições em intervalos regulares - ao pular uma das refeições, passamos mais de seis horas sem nos alimentar e isso simplesmente inviabiliza uma próxima refeição normal. O jejum prolongado faz com que todos os sinais de fome sejam acionados e não sejamos seletivos na escolha da próxima refeição. Além disso, ao comermos a cada três horas, conseguiremos ter saciedade mais precoce e reduzimos tranquilamente o volume das refeições diárias;

(3) Faça sempre refeições balanceadas - nada de abolir os carboidratos do jantar, nada de comer somente salada e grelhado no almoço, mas também nada de comer apenas carboidratos. A explicação é simples: a composição balanceada de uma dieta melhora o tempo de digestão e absorção dos alimentos, tornando mais prolongada a saciedade, uma vez que reduz a velocidade do esvaziamento gástrico;

(4) Adicione alimentos integrais e ricos em fibras à sua dieta - vale a pena mudar para o pão integral e para o arroz integral, comer saladas e frutas que são ricas em fibras, adicionar grão de bico ou feijão às saladas e utilizar cereais integrais em lanches. Os alimentos ricos em fibras reduzem o esvaziamento gástrico, aumentando assim o tempo de saciedade após a refeição;

(5) Evite ingerir refeições volumosas - estas refeições condicionam nossa saciedade a uma ingestão sempre de grande volume de alimentos, fazendo com que só nos sintamos satisfeitos, quando nosso estômago estiver muito cheio. Isso acaba por criar um hábito de comer muito e só sentir saciedade quando ultrapassamos os limites;

(6) Não abra mão das saladas - geralmente, quando partimos diretamente para o prato principal, ingerimos um maior volume de alimentos. A saciedade depende também do volume do alimento. As saladas, além de ricas em fibras, aumentam o volume do bolo alimentar e reduzem parte da fome com a qual iniciamos o prato principal. Isso pode ser facilmente exemplificado com as massas. Quando ingerimos um belo prato de saladas, antes do espaguete no domingo, precisamos de muito menos massa para sentirmos satisfeitos;

(7) Saciedade é treino e equilíbrio - isso é perceptível nos casos de ansiedade, quando passamos a ter maior necessidade de grandes volumes de alimento. A ansiedade não nos permite saborear o alimento, nem sentir saciedade. Logo, é preciso exercitar equilíbrio e calma para fazer nossas escolhas alimentares e para nos sentirmos saciados com elas;

(8) Evite o comportamento beliscador - comer pequenas porções de alimento, várias vezes ao dia, compromete a saciedade, pois quem tem esse comportamento nunca tem fome suficiente para comer uma refeição, mas também nunca está totalmente sem fome para recusar guloseimas. Esse modelo alimentar gera uma falta de saciedade crônica e a ingestão de grandes volumes de pequenas porções de alimentos, que, quando somadas resultam em muito mais calorias do que se ingere nas refeições convencionais;

(9) Não troque refeições por doces - esse comportamento resulta em desnutrição por falta dos alimentos básicos e fome crônica, uma vez que os doces são rapidamente absorvidos e elevam a produção de insulina muito rapidamente. Esse hormônio reduz o tempo de saciedade, resultando em sensação de fome precoce;

(10) Não coma sem estar atento ao alimento - evite comer na frente do computador, assistindo TV ou estudando. Quando não observamos o quê e o quanto comemos, grandes volumes são ingeridos sem a percepção da saciedade. É freqüente presenciarmos na saída de um cinema, após comer um balde de pipocas (1200 calorias), alguém perguntar aos acompanhantes onde eles irão jantar.

Citen

sábado, 4 de setembro de 2010

6 armadilhas engordativas e Receita Light

O americano Brian Wansink, autor do livro Por que Comemos Tanto?, lista as seis principais armadilhas que fazem muita gente engordar. Vamos lá:

1. Comprar alimentos, especialmente guloseimas, em embalagens grandes.

2. Comer mais, e mais rápido, para acompanhar o ritmo de outros companheiros à mesa.

3. Enganar-se com destaques das embalagens como light e diet e comer mais desses alimentos assim rotulados.

4. Em restaurantes, não resistir ao prato mais saboroso que, grande parte das vezes, é o mais calórico.

5. Comer enquanto faz outra atividade, como assistir TV. Sem prestar atenção no prato, as chances de comer mais são grandes.

6. Manter guloseimas à vista.

Vida Saudável


Receitinha Light para o Final de semana:

Couve-flor ao molho de requeijão

Foto da matéria
Rendimento: 2 porções
Tempo de Preparo: 40min.
Grau de Dificuldade: fácil
Calorias por porção: 267

Ingredientes:

1 couve-flor média cozida
2 batatas médias cozidas e cortadas em rodelas
2 fatias de presunto magro picadas
1 cebola ralada
Salsa picada e sal a gosto

Molho branco:

1 xícara (chá) de leite desnatado
1 colher (chá) de margarina light
1 colher (sopa) de maisena
1 colher (sopa) de requeijão light
1 dente de alho amassado

Modo de Preparo:

Em um refratário untado com margarina, arrume as batatas em rodelas, o presunto e a couve-flor. Misture o molho branco com a salsa, o sal e a cebola. Cubra tudo com esse molho e leve ao forno médio, preaquecido, para gratinar por 20 minutos. Molho branco: Em uma frigideira, doure o alho na margarina. Depois, coloque leite com a maisena dissolvida e mexa por aproximadamente um minuto, até engrossar. Em seguida, misture o requeijão.