sexta-feira, 29 de maio de 2009

Tratamentos Faciais: Limpeza de Pele e Hidratação


Para manter sua pele sempre limpa, bem nutrida e saudável, a limpeza de pele é fundamental.
A limpeza de pele é indicada para todos os tipos de pele e pode ajudar na remoção de cravos, controle do processo inflamatório (acne) e na esfoliação das células mortas, recuperando o viço e o frescor de peles normais, mistas, secas e oleosas.

Não é necessário sofrer nem ficar com a pele toda marcada, experimente nossa limpeza de pele profunda feita com produtos de alta qualidade, aliados à técnica de extração manual com hidratação e revitalização da pele.
Em média, nosso tratamento facial poderá ter a duração de até 1hora e 30 minutos.

Para maiores informações: ro@romassoterapeuta.com

sábado, 23 de maio de 2009

Conheça as gorduras que fazem bem

Alimentos ajudam a reduzir o colesterol ruim e a prevenir doenças
Gordura e vida saudável. Engana-se quem pensa que uma coisa não combina com a outra. Uma dieta com ácidos graxos no cardápio faz muito bem, segundo especialistas. Eles previnem doenças, têm poder antioxidante e combatem a osteoporose. E o melhor: podem até acabar com o temido colesterol alto. Quem quer estar em dia com a saúde não vive sem esses quatro tipos de gorduras no cardápio – ômega 3, 6, 9 e fitoesteróis.
De acordo com o nutricionista Rodrigo Valim, o primeiro passo para reduzir o colesterol é incluir frutas oleaginosas, como castanhas, nozes, amêndoas, avelãs, além de um bom azeite de oliva extravirgem no cardápio do dia a dia. Mas cuidado para não se empolgar. Uma dieta gordurosa demais traz problemas para a saúde.
– O que atrapalha é o consumo, em excesso, de gorduras saturadas, encontradas em carnes, leites e derivados e nos produtos industrializados – explica o especialista.
Para diminuir o LDL, conhecido como colesterol ruim, entram os fitoesteróis. Segundo um estudo da Universidade de Lisboa, eles podem reduzir os níveis de colesterol em até 70%. Nos supermercados é possível encontrar bebidas, iogurtes e margarinas com fitoesteróis. A melhor notícia? Os esteróis vegetais não têm contraindicação.
A lista de indicações dos ômegas 3, 6 e 9, por outro lado, é extensa. Recomendados por grande parte dos nutricionistas, eles podem ser encontrados como suplementos vendidos em cápsulas. Mas em dezenas de alimentos também. Segundo a nutricionista Giuliane Feitosa, os dois métodos são indicados, desde que a ingestão dos nutrientes seja deficiente na alimentação ou esteja relacionada a algum efeito específico, como a prevenção de doenças.
– Eles servem como coadjuvante na dieta, como no caso de colesterol ou triglicerídeos elevados. Mas vale a pena tentar incluir qualquer forma de nutriente sempre pela alimentação antes de partir para as cápsulas – explica.
Diversos estudos apontam que o ômega 3 é o que traz mais benefícios. Tem poder antioxidante, ou seja, combate os radicais livres e, consequentemente, retarda o envelhecimento. Também previne doenças neurológicas e cardiovasculares, reduz a osteoporose, é anti-inflamatório e aumenta a saciedade. Outros estudos também apontam a redução do tamanho de tumores e o aumento dos efeitos positivos do remédio cisplatina, usado na quimioterapia, depois da ingestão. Mas, em excesso, pode reduzir a concentração de plaquetas sanguíneas e causar perda de imunidade.
– Antes de adicionar qualquer sumplemento alimentar à dieta, é importante fazer um acompanhamento nutricional para avaliar a necessidade, a dosagem e o tempo de utilização – aconselha Giuliane Feitosa. Segundo a especialista, é preciso analisar se a pessoa já tem quantidades suficientes desses nutrientes, principalmente na terceira idade.

ZH/VIDA

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Obesidade- A Busca pelo "Corpo Ideal"

A idéia de um corpo escultural é muito divulgado pela mídia por meio de mensagens implícitas e, muitas vezes, explícitas. Esse culto à bela forma arrasta milhares de pessoas a beira da depressão e engorda, sem duplo sentido, a conta das indústrias farmacêuticas. Fármacos usados no combate à obesidade são modestamente efetivos, pois provocam efeitos colaterais indesejados e não liquidam totalmente o excesso de sobrepeso. Podemos dizer que eles se incluem numa estratégia terapêutica na neutralização da obesidade. Estão classificados em três grandes categorias que:
- atuam sobre o sistema nervoso central modificando o apetita ou a conduta alimentar;
- atuam sobre o metabolismo aumentando a termogênese;
- atuam sobre o sistema gastrointestinal diminuindo a absorção de gorduras.


Analisando um exemplo de cada podemos citar a Sibutramina que afeta a recaptação de noradrenalina e serotonina diminuindo a ingesta alimentar e aumentando o gasto calórico; a Efedrina que promove aumento na produção de calor e, portanto, maior consumo de energia; o Orlistat que bloqueia a absorção de triglicérides no intestino e diminui a ingesta alimentar.

Agora vamos analisar os efeitos colaterais de cada um: a Sibutramina causa taquicardia e aumento da pressão arterial; a Efedrina tem efeitos semelhantes ao remédio anterior; o Orlistat provoca incontinência fecal com diarréia gordurosa além de diminuição na captação de vitaminas lipossolúveis (K, A, D, E). Além desses, o Rimonabant provoca náuseas, diarréias e problemas psíquicos (principalmente depressão).Esses fármacos são usados por pessoas obesas que tentam emagrecer, mas também por pessoas magras que sonham em alcançar um corpo perfeito (que não existe, uma vez que perfeição está muito associado a gostos e preferências individuais). Entretanto, novas estratégias estão sendo repensadas como forma de minimizar os efeitos viciantes e erradicar a procura desenfreada por esses medicamentos que são, teoricamente, de comercialização proibida sem o uso de receita médica. Assim, estudos realizados procuram um mecanismo de ação molecular que seja capaz de bloquear a ação dos neuropeptídeos estimuladores do apetite, bem como a inibir a ação de outras proteínas relacionadas à resistência à leptina.
Antes de buscarmos um corpo ideal por que não pensarmos num tratamento ideal? Assim, o mais recomendado é sempre procurar um médico que lhe oriente quanto ao que deve ser feito. Importante também salientar a importância da atividade física em nossa vida, além de outros tratamentos estéticas sem efeitos colaterais.

terça-feira, 5 de maio de 2009

Drenagem Linfática e a Celulite


A saúde do sistema linfático está muito relacionada com a celulite. Para manter o corpo saudável e sem celulite é necessário um sistema linfático saudável e com bom funcionamento. Este sistema serve para trazer nutrientes e levar desperdícios de entre as células e levar esses desperdícios para o sistema circulatório principal. A linfa também absorve a gordura no intestino delgado e faz parte do sistema imunitário do corpo.
Quais são as ligações do sistema linfático e a celulite?
Apesar da linfa estar ligada ao aparecimento da celulite isso não dá a resposta completa para tratar a celulite.
A linfa é também importante para transportar nutrientes e para remover fluidos e proteínas em excesso para prevenir o inchaço do corpo. Este sistema serve para manter as células irrigadas mas também para drenar as toxinas, restos do processo de metabolismo e para manter o equilíbrio da hidratação nas células.
O sistema linfático é composto por muitos vasos linfáticos. A linfa está em todo o lado e quando este sistema não está a funcionar corretamente os resíduos e toxinas no corpo começam a acumular e tornam-se tóxicos pois já não conseguem ser removidos, levando a doenças degenerativas e à celulite. A celulite não é causada só pela falta de circulação da linfa. O problema da celulite é mais profundo pois tem a ver com a alimentação. A celulite também é originada por falta de exercício físico.
O que faz circular a linfa é o movimento do corpo e os músculos. Enquanto a circulação do sangue é feita pelo coração que bombeia o sangue, o sistema linfático não tem esta vantagem. A linfa mexe-se com a contração dos músculos, exercício físico e massagem drenagem linfática. Este sistema é composto por milhões de vasos unidirecionais, que ao contrario do sangue só permitem que a linfa tenha uma direcção, dos tecidos até ao sangue. Apesar de operar separadamente da circulação sanguínea, o sistema linfático é muito importante mas não é reconhecido com a importância devida.
Ao entender o funcionamento do sistema linfático podemos perceber melhor como a celulite aparece. A celulite aparece porque existem impurezas debaixo da pele, e a linfa não consegue limpar tudo. Depois estas impurezas misturam-se com gordura e criam a celulite. A celulite são pequenos entupimentos sólidos mesmo debaixo da pele.
A drenagem linfática ajuda na remoção da celulite pois solta alguns nódulos de celulite e evita o aparecimento de mais celulite. Se continuar a comer mal vai ter mais celulite.
O fato da maioria das mulheres terem celulite pode tornar o problema “genético” mas não quer dizer que isso seja uma desculpa para ter essa celulite. Comer hamburgueres, bolos e doces todos os dias tem a consequência de aparecer celulite. Isso não é genético, a celulite vem devido ao estilo de vida. Desporto e comida saudável evitam o aparecimento da celulite.
Fonte: http://drenagemlinfatica.com

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Cuidados com a Coluna Vertebral




Todos nós devemos adotar certas medidas para evitar problemas nos ossos e nas articulações.
Veja algumas delas:

  1. Mantenha sempre uma postura correta – ao andar, sentar-se ou ficar de pé. Ao sentar, mantenha toda a extensão das costas apoiada na cadeira ou no sofá.
  2. Evite carregar muito peso ou transportar objetos pesados apenas de uma lado do corpo. Isso vale para quando estiver levando, por exemplo, uma mochila cheia de cadernos e livros.
  3. Alimente-se corretamente, procurando manter seu peso dentro dos limites adequados; o excesso de peso pode acarretar vários problemas, como sobrecarga na coluna vertebral.
  4. Cuidado com pancadas, quedas ou movimentos bruscos: você pode fraturar os ossos ou sofrer deslocamentos nas articulações.
  5. Pratique exercícios físicos regularmente, sempre com a orientação de especialistas.
Os devidos cuidados com a postura podem evitar as seguintes deformações da coluna:

  • Lordose- É o aumento anormal da curva lombar levando a uma acentuação da lordose lombar normal (hiperlordose). Os músculos abdominais fracos e um abdome protuberante são fatores de risco. Caracteristicamente, a dor nas costas em pessoas com aumento da lordose lombar ocorre durante as atividades que envolvem a extensão da coluna lombar, tal como o ficar em pé por muito tempo (que tende a acentuar a lordose). A flexão do tronco usualmente alivia a dor, de modo que a pessoa frequentemente prefere sentar ou deitar.
  • Cifose - É definida como um aumento anormal da concavidade posterior da coluna vertebral, sendo as causas mais importantes dessa deformidade, a má postura e o condicionamento físico insuficiente. Doenças como espondilite anquilosante e a osteoporose senil também ocasionam esse tipo de deformidade.
  • Escoliose - É a curvatura lateral da coluna vertebral, podendo ser estrutural ou não estrutural. A progressão da curvatura na escoliose depende, em grande parte, da idade que ela inicia e da magnitude do ângulo da curvatura durante o período de crescimento na adolescência, período este onde a progressão do aumento da curvatura ocorre numa velocidade maior. O tratamento fisioterápico usando alongamentos e respiração são essenciais para a melhora do quadro.

Fonte: www.sobiologia.com.br