quinta-feira, 10 de julho de 2008

Corpo inchado? Saiba o que fazer!


Qual mulher que nunca se viu às voltas com este vilão: o inchaço no corpo. Tanto nas pernas, quanto na barriga, durante a gravidez, às vezes nas articulações ou até mesmo no corpo todo. Quando ele se instala, enche o corpo e a paciência. Além do desconforto físico, existe a questão, sempre latente, da aparência.

O inchaço deriva da retenção de líquidos no corpo e suas causas são variadas:
- No corpo todo pode ser problema de rins ;
- Nas articulações, muitas vezes, é reumatismo;
- Nas pernas acontece frequentemente durante a gravidez;
- Na região abdominal pode ser algum medicamento, período pré-menstrual, intestino preguiçoso ou, até mesmo, gases.

Sempre é bom consultar um médico especialista para saber o que fazer. Porém, desde já, algumas dicas podem ser úteis, tais como: cuidado com o sal na comida, observe se você não está exagerando; note também com que frequência tem comido carne derivada de porco ou alimentos processados. Eles são, muitas vezes, causadores da retenção de líquidos. Já feijão, pão, frituras e refrigerante, em excesso, contribuem para a formação de gases. Fique atenta!

No sentido oposto, alguns alimentos vêm ajudando a combater esse mal, que atinge, principalmente, as mulheres, somente por terem propriedades diuréticas e induzirem o corpo a eliminar líquidos mais facilmente através da urina, reduzindo o inchaço e trazendo bem-estar. “Os diuréticos são um grupo de fármacos que atuam nos rins, aumentando o volume e o grau de diluição da urina”, explica Rafael Hassin, nutricionista. O chá verde, o suco de melancia e o aspargo verde são as vedetes no assunto. O primeiro tem ainda efeito anti-oxidante, graças aos polifenóis. O aspargo verde, para vocês futuras mamães, além de não ter quase nenhuma caloria, é rico em ácido fólico.

Se a questão for melhorar o desempenho intestinal, evitando que a barriga fique dilatada e dolorida, as fibras insolúveis fazem um bom trabalho. São elas: farelo de arroz, cereais, pão integral, batata, cenoura, espinafre e laranja.

A drenagem linfática vem ganhando cada vez mais adeptas nas clínicas de estética. Apesar de reivindicar para si a eliminação da celulite, o rejuvenescimento e o emagrecimento. Sua função efetiva é a redução dos líquidos acumulados no organismo porque estimula o sistema linfático e faz com que a pessoa urine mais. Reduz, assim, o inchado e proporciona uma sensação de emagrecimento. Mas não acaba com o problema em si. Janice Rastrello, uma simpatizante, fez durante dois meses, uma vez por semana e gostou muito. “Me sentia mais leve e realmente percebi a considerável perda de líquidos depois de cada sessão”, diz ela.

Beber bastante água diariamente, ainda é o melhor e o mais natural dos remédios, força a eliminação de líquidos, toxinas e sódio do organismo. E há quem diga que emagrece. Quer melhor?